InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Supernatural: When The Past Comes Back

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Dom Jan 13, 2008 5:04 pm

Inda bem k gostaste!!!
Amanha posto mais!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DarkAngel
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 14/01/2008
Idade : 30
Localização : Supernatural Land? Vá...Azeitão

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Jan 15, 2008 7:28 am

Bem...como eu já conheço a Fic...não toda... mas mais do que a Paty já aqui postou... amiga, espero que não leves a mal não voltar a ler tudo o que tens estado a postar, é que ultimamente ando meio sem paciência para ler coisas grandes XD

Vou esperar pelo capitulo onde fiquei no forum do SN...que ja não me lembro qual era! XD XD XD
Mas acho que ainda faaaaaaaaalta! Laughing



A Paty e a Buffy escrevem bem! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Jan 15, 2008 11:23 am

Inda bem k gostas!!!!
Bem vou postar o capitulo 8!
Espero k gostem!!!!

---------------------------------------------------------


Capitulo 8

Parte I



A manhã chegou e os quatro faziam as malas. Iam partir novamente, a missão estava cumprida em Los Angels. Despediram-se da Tia Anne, que estava sempre com um sorrisinho suspeito, que até assustava o Dean. Meteram as malas e os sacos na bagageira do Chevy Impala '67, e sentaram-se.



- Vamos para aonde!? - perguntou Dean, ajeitando-se no lugar de condutor.



Sam tirou do porta-luvas o diário de John, começou a procurar mais paginas no diário até há seguinte missão. Observou-a as imagens e os textos.



- É para hoje ou para amanhã!? – perguntou Jennifer.



- É que assim ainda podíamos ir para Long Beach ou para Orange County apanhar Sol - fantasiava Buffy.



- Vai haver sol que chegue Buffy - avisou Sam - Dean, para a outra ponta do país.



Dean olhou para ele.



- Vamos para Miami, na Florida.



- Miami!? - perguntou Dean, surpreendido.



- Sim. Miami! - repetiu ele, mostrando o que dizia o diário.



- Ok, vamos só abastecer o depósito do meu amor - cantava ele, esfregando o volante do impala.



- Tanta meiguice com um carro - murmurou Buffy.



- Qualquer dia meto este impala na sucata... – diz Jennifer enciumada.



Dean olhou pelo espelho superior. Buffy mostrou um sorriso enorme na cara. Sam tentava não gozar com Dean, mas era difícil, e começou a rir-se.



- Que foi!? - pergunto ele, já aborrecido.



- Nada Dean! - acalma-se Sam.



- Vamos para Miami ou vamos ficar em LA!? - perguntou Jennifer - vontade não me falta! - sorrindo.



- Vamos Miami - e rodou a chave, e o motor soltou o seu barulho e começou a trabalhar.



- Vai ser uma longa viagem - informou Sam.



Dean saiu dali e seguiu rumo à auto-estrada. Não esquecendo de por as suas músicas, com uma participação especial de Buffy na viola e Jennifer na voz. Entretanto passadas várias horas de viagem chegam a Miami... Buffy e Sam tinham sido os únicos adormecer. Já era quase noite.



- Belas Adormecidas, toca a levantar o cu e sair do carro - gritou Dean, tocando na buzina.



Sam assustou-se e bateu com a cabeça no tecto do carro, e Buffy caiu para o lado.



- Para quê que foi isso!? - perguntou Buffy, irritada.



- Oh Boo chega de dormir e toca a levantar o cu dai! - repetiu ele.



Buffy saiu, Jennifer ria-se.



- Que piada! - e dirigiu-se à bagageira para tirar a sua mala.



Sam fez o mesmo e entraram no quarto do motel, que Dean e Jennifer tinham ido reservar enquanto aqueles dois dormiam mais um pouco. Dean e Jennifer entram no quarto e vêem aqueles dois deitados na mesma cama abraçados e partem-se a rir... Buffy e Sam tinham voltado adormecer, mas sem repararem que estavam na mesma cama, abraçados. Como sempre Jennifer alugou um quarto só com duas camas de casal. A manhã voltou aparecer. Buffy acordou com os primeiros raios de sol na cara, e quando olha a sua volta...



- AHAHAHAHA! - gritou, e saltou da cama.



Sam, Dean e Jennifer acordam.



- Que raios estavas a fazer abraçado a mim!? - perguntou com o coração aos pulos.



- Hum!? - perguntou Sam.



- Aahhh, o abraço de vocês os dois!? - exclamou Dean, já com a cara de gozo



- Vocês adormeceram assim! - riu-se Jennifer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Jan 15, 2008 11:23 am

Parte II

Depois do pequeno incidente na cama, os quatro vestiram-se, foram tomar o pequeno-almoço, e andar pela cidade. Dean estacionou o carro a frente de um restaurante, Dolce Vita, era italiano. Ficaram a observá-lo de fora, e olharam para o resto daquela rua, não havia mais nenhum restaurante italiano.

- Podemos almoçar aqui!? - perguntava Buffy, começando a cheirar o tomate e o resto dos molhos.

- Por mim - dizia Dean, também hipnotizado com o cheiro.

- Hey, só pensam em comida!? - resmungou Jennifer.

- Não Jen, mas… oh meu deus, preciso de comer uma lasanha já - disse Dean e entrou.

Os quatros entraram e observaram. Era um lugar muito acolhedor, e tinha cá um cheirinho.

- Malta, também começo a gostar do cheiro - avisou Sam.

- Junta-te ao clube - cantarolou Buffy.

Um rapaz foi ter com eles.

- Boa tarde! - sorriu ele. - Desejam uma mesa para quatro pessoas!? - perguntou ele, educadamente.

- Sim por favor. - respondeu Jennifer.

- Por aqui, por favor - pediu o jovem empregado.

Os quatro seguiram-no e sentaram-se, o jovem distribui-lhes 2 ementas.

- Estejam à vontade. - e retirou-se, sempre a olhar para Jennifer.

Todos pediram o que queriam e ficaram a conversar.

- O que procuramos!? - perguntou Jennifer.

- Bem realmente, é muito estranho! - respondeu Dean.

- As ocorrências foram diferentes, mas foi no mesmo sítio, há porta do restaurante! - respondeu Sam.

As duas raparigas olharam para Sam. Dean olhou para ele.

- Como assim!? - perguntou Buffy.

- Bem uma das vitimas foi morta por lhe sair massa pelos ouvidos - informou Sam - depois de comer aqui! Outra foi devido ao pavimento escorregadio... é coisas muito estranhas e sem anexo. - terminou ele.

- Tens razão, isto é coisa de... – pensando Buffy.

- Um velhaco!? - perguntou Jennifer

- Isso mesmo maninha! - quase gritou ela.

- Mas agora podemos comer!? - perguntou Dean, já dando uma garfada.

E continuaram a refeição, terminando-a rapidamente.

- Estava bom!? - perguntou o jovem empregado sempre com os olhos em Jennifer.

- Sim, sim! Óptimo! - responderam Buffy e Dean.

O jovem sorriu.

- Chad!!!? - gritou um dos empregados do balcão. - Acaba essa mesa e podes ir embora.

- Sim chefe! - gritou ele.

Os quatro pediram a conta, pagaram e quando iam a sair...

- Olá de novo! - disse Chad - eu estive a observá-los, e vocês não são de cá pois não!? - perguntou ele.

- Não! - respondeu Jennifer.

Chad estava quase a babar-se só de olhar para Jennifer. Finalmente, Dean abriu os olhos, e ficou com ciúmes.

- Que vos trás a Miami!? - perguntou ele, delicadamente.

- E que tal se não metesses o nariz onde não és chamado! - disse Dean, ajeitando o casaco.

Buffy e Sam aperceberam-se logo do estado de Dean.

- Dean! Não sejas mal educado! - pediu Jennifer - desculpa o mau humor dele. Eu sou a Jennifer, podes me chamar de Jen. - apresentou-se.

Chad sorriu.

- Bonito nome! - elogiou ele.

- Obrigada! - sorriu ela - esta é a minha irmã Buffy, o Sam irmão de Dean, e este é - olhou para a cara de Dean - o Dean.

Buffy e Sam sorriram, mas Dean mostrou uma raiva.

- Bem podemos ir!? - perguntou Dean.

E Dean bem ia tentando descolar Chad de Jennifer.

- Onde é que vão!? - perguntou Chad - posso-vos mostrar os arredores!

- Deixa... - começava Dean, interrompido por Jennifer.

- Seria um prazer - sorriu ela.

Buffy olhou para ela com cara de parva.

- Mas que raios está ela a fazer!? - pensava Buffy.

E com isto olhou para Sam e depois para o coitado do Dean. Sam encolheu os ombros, também estava confuso. Dean apertou as mãos e foi com eles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Jan 15, 2008 11:24 am

Parte III

Foram até um bar na praia costeira. Eram só loiras com peito de tamanho XXL! Dean derreteu-se logo. Jennifer olhou para ele com cara de WTF! Uma das loiras chamou Dean, e Dean foi ter com ela a sorrir.

- Temos um problema! – avisou Buffy – precisamos de ajuda.

- Já sei quem nos pode ajudar – disse Sam fazendo mistério – já volto, vou fazer uma chamada – avisou ele – fica de olho nos dois.

- Ok! – sorriu ela.

A loira já tinha deixado o Dean em paz. Dean voltou para ao pé de Buffy. Ela começou a sentir-se estranha mas feliz. Foi com ele beber qualquer coisa e ficaram na conversa muito animadinhos. Sam regressou e ficou a confuso. Jennifer estava com Chad, e Buffy com Dean.

- Isto vai ser uma dor de cabeça. – murmurou ele.

De repente Chad beija Jennifer, e Dean vê e passa-se e com isso beija Buffy... mas depois vê Jennifer dar um estalo a Chad e a gritar com ele...

- Hum… - murmurava Buffy - que estas a fazer!? - a gostar do beijo.

- Oh meu deus, Bobby vem depressa - murmurava Sam, bebendo a sua cerveja.

Jennifer vai ter com o Sam e pergunta-lhe o porquê que o Dean estava a beijar a irmã...

- Jen alguma coisa está acontecer. Isto está muito estranho! - dizia ele - já liguei ao Bobby, aquele nosso amigo caçador, para vir cá ter.

- Ok... Sam... mas aqueles dois... pagam-me... e o idiota do Chad beija-me! Mas levou um estalo! Só estava a ser simpática com ele! - diz Jennifer toda furiosa.

- Acho que não! - disse Sam, sério.

- Achas que não o quê? - diz Jennifer a sério também.

- De estares a ser simpática! - olhou para ela - alguma coisa se passa! E o Bobby e eu vamos descobrir!

- Não poderá ser obra do Velhaco?

- Talvez! Por isso é que chamei o Bobby! - informou ele, aborrecido.

Entretanto Bobby chega…

- Sam! - chamou ele.

- Bobby, ainda bem que vieste. - diz Jennifer.

- Jen!? - olhou ele para ela - és mesmo tu!?

- Sim. Porquê que estás assim tão espantado? – perguntou ela.

- Já não te via a muito tempo, estás diferente rapariga! - sorria ele.

- Pois! - ria-se Jennifer.

- Então onde é que está o Dean... e a tua irmã, Jen!? - perguntou Bobby.

Jennifer e Sam apontaram para os dois. Bobby virou-se. Abriu a boca, Dean e Buffy aos beijos!?

- Que lhes deu!? - perguntou ele

- Não sei! - disse Jennifer, outra vez em fúria.

- Acho que é obra do velhaco. - respondeu Sam. - é melhor irmos para o motel!

Bobby e Sam foram buscar Dean e Buffy que estavam muito derretidos um com o outro.

- É que só pode ser o velhaco! - exclamou Bobby.

Entraram no Impala e foram para o motel e Bobby foi na sua carrinha. Buffy sentou-se em cima de Dean, abraçada a ele.

- Então contem-me lá a história toda! - pediu Bobby que estava andar de um lado para o outro.

- Bem nós estávamos na rua do restaurante Dolce Vita. Aqueles dois ficaram com fome e nós fomos almoçar. Conhecemos o empregado - Sam foi interrompido por Jennifer.

- Mas era muito simpático - sorriu ela.

- Nós saímos de lá, e ele veio connosco. O Chad não parava de olhar para a Jen e o Dean estava-se a passar. Ele mostrou-nos aqui os arredores, e fomos aquele bar na praia. O Dean foi ter com uma loira - olhando para Dean e para a Buffy – não, não é a Buffy. Depois fartou-se e eu fui-te ligar. Quando voltei, estava a Jen com o Chad e o Dean com a Buffy.

Jennifer olha para os outros dois aos beijos na cama.

- Continua! - murmurou ela.

- O Chad beija-te, e o Dean passado beija a Buffy. E prontos, depois apareceste tu Bobby! - terminou ele.

- Hum… muito estranho mesmo! Onde é que é o local destas ocorrências todas!? - perguntou Bobby.

- Há frente do restaurante - respondeu Jennifer.

- Prontos, ai está… mesmo debaixo dos nossos olhos. - disse ele.

Sam e Jennifer olharam para ele.

- Hey já acabaram a conversa!? - perguntou Buffy, voltando aos beijos.

Jennifer já passada, agarra em Buffy e começa aos estalos nela.

- Parem! - afastou-as Sam.

- Tinham que arruinar o meu momento! - disse Dean, aborrecido.

- O teu momento!? - perguntou Jennifer - estavas aos beijos com outra rapariga, ainda por cima com a minha irmã! - gritou ela.

- Jen acalma-te! Eles não têm culpa. - disse Bobby - É obra de um velhaco, que deve ter alguma coisa haver com o restaurante - depois de analisar as noticias que Sam lhe tinha dado.

- Mas o idiota que me beijou levou um estaladão na cara e pontapé nos tintins dele! - diz Jennifer fula e sai porta fora.

- Isso foi por que ela resistiu! - disse Sam, depois de ela já ter saído.

Buffy e Dean voltam aos beijos. Sam agarra em Buffy e leva-a, Bobby faz o mesmo a Dean.

- Onde esta a Jen? - pergunta Sam vendo que ela não está na rua.

- Já sei onde ela foi! – disse Bobby olhando para o sitio onde tinha estado o impala.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Jan 15, 2008 11:25 am

Parte IV

Sam e Bobby enfiaram os outros dois na carrinha, e entraram. Partiram para o restaurante. No restaurante, Jennifer estava presa dentro de uma jaula enquanto via o velhaco a comer doces...

- Idiota... solta-me... quando sair daqui não sabes de que terra és! - diz Jennifer fula.

- Continua, Doce... - pedia ele, sorrindo, enquanto comia os seus chocolates.

De repente ouve-se um estrondo, a porta tinha sido arrombada, por Buffy.

- Desculpem o atraso - sorriu ela - e para a aproxima - chegando ao pé do velhaco – vê se me fazes beijar alguém melhor, sim!? - dando-lhe um murro, e tirou uma das tabletes que estavam dentro da embalagem.

- Eles já estão conscientes! - avisou Sam.

Dean procurou as chaves da jaula, e tirou de lá a Jennifer.

- Ok! Seu idiota! - e dá um murro ao velhaco. - Esta e por me pores a beijar um idiota... ainda por cima feio... e gordo.

- Mas simpático - corrigiu Buffy e começando a dar-lhe pontapés.

- Meninas! Não era melhor acabarem com ele de uma vez por todos!? - perguntou Bobby.

De repente aquilo que parecia ser uma jaula, e mais umas loiras desapareceram em fumo.

- Acabamos! - disse Buffy.

De repente ouve-se uma música: I see trees of green, and red roses too... O Velhaco estava a dançar no meio de um campo de flores, ao som da música What a Wonderful World. Tinha um vestido de bailarina, e uns totós na cabeça, havia borboletas, abelhas, alguns pássaros a cantarem, uns cordeirinhos e umas vitelas.

- Credo, parem isso! - pediu Dean.

Sam retira a estaca do peito e a música pára, e o Velhaco arde em chamas desaparecendo em pó.

- Vamos embora? - pergunta Jennifer.

- Sim - respondeu Dean, abraçando-se a ela.

- Sim, Miami enjoa-me - disse Buffy, tocando no seu crufixo.

- A zona Este nunca me interessou - disse Bobby.

- Vamos lá embora... - pediu Sam.

E entraram nos seus carros e partiram em direcção ao por do Sol.

-----------------------------------------
Espero k tenham gostado!!!!
Comentem!!! Mais logo posto mais um capitulo!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
saphira
Fã 1*
Fã 1*
avatar

Mensagens : 59
Data de inscrição : 13/01/2008
Localização : A voar pelo mundo com o sammy

MensagemAssunto: hmm   Qua Jan 16, 2008 10:30 am

LOOOL

a jenny e o SAM não ficaram nada satisfeitos com esta troca de casais. lol! lol! lol!

Muito fixe, paty.

Continua, pá.

Cool Cool Cool Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Jan 16, 2008 12:21 pm

Inda bem k gostaste!!!!
Mais tarde posto mais um!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fifas***
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 104
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 23
Localização : na lua com o Jensen

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Jan 16, 2008 2:11 pm

Vamos cantar!

Gimme gimme more!gimme more gimme gimme more! afro

ai tou tao doida que ate já canto britney!

Ó rapariga poste mais senão... Mad

_________________


My baby..............

A minha fic...

http://jensen.livreforum.com/fan-fics-f11/ja-me-estou-a-passar-t7.htm
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://jensen.livreforum.com
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Jan 16, 2008 2:17 pm

Daki a pouco mais um capitulo!!!
Pode ser?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 17, 2008 3:06 pm

Aki ta o capitulo 9!!!

----------------------------------------------------------------------

Capitulo 9
Parte I

Estavam os quatro no carro em direcção a San Francisco para mais um caso... quando toca o telefone de Jennifer.

- Estou!? - atendeu ela.

- Jen... ou melhor Jennifer Turner?

- Quem fala? - perguntou ela - Josh, és tu?

- Não... é so para dizer que o teu amiguinho morreu... eu própria o matei... adeus... - desliga o telefone.

Jennifer fica branca e deixa cair o telemóvel no chão.

- Jen!? - chamou Buffy - Jen!? Estás bem!? - perguntou ela - quem era!?

Jennifer continuava branca, não falava.

- Jenny!? - chamou Buffy, só para irritar!

Jennifer continuou sem responder. Então Buffy pegou no telemóvel dela, e viu a ultima chamada atendida.

- Era o Josh!? - começando a suspeitar - que queria ele!?

Dean para o carro... e pergunta:

- Quem e esse Josh?

Jennifer continuava sem falar e branca como cal...

- Josh é um amigo nosso que nos ajudou... - informou Buffy - mas já não falamos com ele há 3 anos.

Dean olhou para a cara de Jennifer, estava pálida que nem um zombie.

- Temos de ir já para Las Vegas! - responde Jennifer finalmente - Agora!

- Vegas!? - exclamou Sam.

- Ok, Jen - disse Dean.

Entraram todos no carro, e Dean acelerou até à auto-estrada.

- Vais-te passar... mas tenho de te dizer isto Buffy... - diz Jennifer.

- Hum diz! - levantando a cabeça de uns livros sobre vampiros.

- Mataram o Josh! O Josh está morto! Uma mulher telefonou-me! Por isso temos de ir para Vegas!

Buffy deixou o livro cair.

- Desculpa!? - disse Buffy, aterrorizada.

Sam olhou para elas, Dean continuou a conduzir.

- Sim! Eu temo que ele tenha descoberto alguma coisa e por isso o tenham morto. Dean acelera! Temo também que tentem apanhar a Andrea.

- Deannn, acelera este ferro-velho. - gritou Buffy.

Sam pegou nuns livros de exorcismo.

- Que estás a fazer!? - perguntou Dean.

As duas olharam para o que Sam tinha na mão.

- Talvez seja um demónio – responde Sam.

Buffy pega noutro livro dela, sobre demónios e exorcismos. De repente toca o telefone da Jennifer.

- Sim? – responde ela.

- Jennifer? Olá! Fala aqui com a tua amiga.

- Andrea? Se lhe fazes alguma coisa, eu mato-te.

- Jen?

- Andrea, estás bem?

- Jen! Não faças o que ela quer!

- Ouviste Jen! Quero-te aqui em Las Vegas. Agora, ou mais amigos teus e do teu namoradinho irão morrer.

- Eu juro que te mato!

De repente ouve a Andrea a ser degolada.

- Andrea. Não! – e desata a chorar.

Buffy arranca o telemóvel de Jennifer.

- O quê que queres cabra!? - gritou Buffy - deixa os nossos amigos em paz e vai-te ... - interrompida pela voz.

- Então, então Buffy - admirava-se a pessoa - não te lembras de mim!?

Buffy paralisou, e Jennifer tirou-lhe o telefone.

- Quem és tu? Meg? – pergunta Jennifer.

Sam e Dean olharam para trás. De repente, Buffy ficou com uma dor de cabeça enorme!

- Onde te queres encontrar? - pergunta Jennifer.

- A meia-noite, atrás do Caesars Palace.

- Combinado! – respondeu Jennifer.

- Não se atrasem - riu-se Meg, e desligou na cara.

- Awww - gritava Buffy, em agonia.

Estava com uma enorme dor de cabeça.

- Dean para o carro! Mana, o que se passa? Buffy!!!

Buffy não conseguia falar. Sam pegou nela, e levantou-lhe a cabeça, olhando para os olhos.

- É uma visão! - disse Sam.

- Awwww - gritava Buffy.

- Jen vai para o banco da frente, eu trato ela. - pediu ele.

- Tens a certeza? – perguntou ela.

Jennifer vai sentar-se para o banco da frente...

- Dean arranca! Vamos para Caesars Palace, em Las Vegas. Tenho de lá estar a meia-noite!

- Temos! - falou Buffy finalmente, mas as dores voltaram.

Sam estava agarra-la.

- Temos nada. Ela disse-me para ir sozinha. Ela ameaçou em ir atrás dos nossos amigos. Já matou o Josh e a Andrea. Não podemos correr esse risco.

- Nem penses, eu vou contigo! – disse Dean olhando para Jennifer.

Ela olha para Dean com uma cara ameaçadora.

- Não vais nada! Não quero ninguém em perigo! – responde ela.

- Senão formos todos, algo de grave vai acontecer! – disse Buffy continuando com as dores de cabeça - Awww! Estão mais fortes - encolhendo-se.

- Como assim? – pergunta Dean.

- Não sei! - em pânico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 17, 2008 3:06 pm

Parte II

Entretanto chegam a Las Vegas e vão em direcção do local combinado e encontram a Meg, a possuir outra rapariga…

- Ainda bem que vieram. – responde ela.

As visões de Buffy estavam a fazer sentido.

- Sam, ela quer o crufixo! - agarrando-se a ele, e escondeu o crufixo por dentro do top.

- Calma. - pediu ele.

- Já estamos aqui! - avisou Jennifer.

Por baixo dos casacos estavam as armas todas. Nas mãos de Sam e Buffy estavam as frases em latim de exorcismo.

- Que queres de nós? - perguntou a Jennifer.

- Oh Jen, cada vês te pareces mais com a tua mãezinha! - admirava-se ela, num tom maligno.

Dean mexia nos bolsos, agua benta.

- Como assim? - perguntou ela.

- Ora querida - começando andar em direcção a ela. - a tua mãe safava-se tão bem! Só é pena não ter tido muita sorte da última vez!

- A minha mãe o que? – perguntou Buffy.

Buffy olhou para Jen, e depois para a Meg.

- Ohh, a Elizabeth era uma excelente caçadora, chegou a exorcizar o meu Pai umas 3 vezes, mas sem sucesso. - disse ela.

Buffy abriu a boca.

- Cabra! A nossa mãe não caçava! - atirando-se para ela, com água benta e a Meg projectou-a contra Sam.

- Calminha, fera! - ameaçou ela.

- A minha mãe nunca caçou na vida! E impossível! – diz Jennifer.

- Ela era enfermeira! - dizia Buffy - que eu ainda saiba - confusa.

- Parece que o vosso pai nunca vos contou nada! - rindo-se. - Eu conto-vos.

Dean e Sam olharam um para o outro.

- Nunca nos contou o que? – pergunta Jennifer

- Ora... Ela caçava quando era mais jovem. Por acaso não sabem que a vossa mãe era americana!? - perguntou ela.

Buffy caiu no chão com mais dores de cabeça.

- O que? É impossível! Para de dizer mentiras! - gritou Jennifer.

- Eu não estou a mentir - empurrou-os contra a parede, assim que Dean se ia atirar a ela.

Jennifer bate numa parede e depois levanta-se...

- Quero provas! Mostra-me as provas!

- Como queiras - e estalou o dedo.

Via-se umas árvores e era de noite. De repente apareceu uma mulher vestida de branco a correr com uma arma na mão.

- Mãe!? - disse Buffy.

- Boa cabecinha! - admirou Meg - isto é uma alta definição em 3D!

Jennifer deixou-se olhar, Dean e Sam observavam. Saltou por cima de arbustos, caindo em cima de um zombie... E tudo desapareceu, voltando a um quarto de bebé.

- É o quarto da Buffy! - exclamou Jennifer.

Via-se um vulto ao pé do berço, e um bebé a chorar. Buffy começou a chorar, e Sam agarrou-a.

- Afasta-te dela! - ameaçou Elizabeth.

O vulto virou-se e atirou-a contra a parede, subindo até ao tecto.

- Páraaaa! - gritou Buffy, em lágrimas.

Meg estalou o dedo, e voltaram a realidade.

- Ohh o bebé não aguentou! - disse Meg, sarcasticamente, elevando as mãos à boca.

Buffy consegue soltar-se da parede e corre em direcção a ela.

- Buffy! Não! - gritou Jennifer.

Buffy atira-lhe água benta e Meg grita em agonia caindo desamparada no chão. Como Buffy se agitou muito, o crufixo apareceu. Meg levantou os olhos e sorriu, pegou em Buffy pelo o pescoço.

- É isto que eu tenho estado à procura - sem tocar.

- Para que o queres? - começado a ter dificuldades a respirar!

- Meg larga-a! - pediu Sam.

Meg volta atira-a contra a parede.

- Buffyyyy! - grita Jennifer.

Mas entretanto Meg empurra-a contra a parede e fere-a no braço...

- A tua mãe esteve assim sabias? Mas claro que sabias, acabaste de ver isso mesmo - diz Meg - o meu pai ficara orgulhoso de mim. Matei os Winchester e as Turner.

- Cabra - murmurou Buffy, caída no chão, agarrada ao crufixo!

- Que linda figura, parece um Dejá vu! - disse ela - o papá Winchester leu um prefacio nesse estado - olhando para Buffy que estava agarrada ao crufixo com Sam atrás dela.

- O que queres dizer com isso? – diz Dean

Meg sorri e estala o dedo. Voltaram outra vez ao plano de alta definição de 3 dimensões.

- Outra vez num flashback!? - perguntou Dean, já cansado.

- Cala-te e vê! - ordenou Meg.

O pai dos Winchester, estava numa igreja, de joelhos. Havia vários símbolos no chão, com alguns recipientes que continham um pó qualquer. Ouvia-se estrondos no exterior, e então John murmurou qualquer coisa em latim:... Em breve o meu filho mais velho e a minha filha mais velha de outra caçadora, isto é, da Elizabeth Turner, apaixonar-se-ão um pelo o outro e esse amor trará o bem há terra, acabando com todos os demónios do mal de uma vez. O filho mais velho deles será o protector da terra... com os seus tios, irmãos dos seus pais, irão protege-lo... Limpou tudo e saiu, indo atrás de um espírito, e voltando tudo ao normal. Dean e Jennifer olham um para o outro em confusão.

- Quem são os filhos!? - perguntou Dean.

- És tão burro! - dizia ela - Tu e a Jen.

Buffy olhou para o Sam em confusão.

- Hum, hey cabra, e os irmãos dos filhos!? - perguntou Sam.

- Vocês! - disse ela, suspirando - vamos há tortura.

- Mas porquê que mataste o Josh e a Andrea? Eles não te fizeram nada! - diz Jennifer furiosa.

- Precisava de alvos para vocês virem! - rindo-se - bem adoro ver uma boa tortura. - sentou-se numa cadeira, e fez um movimento com a mão…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 17, 2008 3:07 pm

Parte III

A vítima foi Buffy

- É mesmo uma pena não terem descoberto tudo noutra maneira – dizia ela, enquanto torturava Buffy.

- Vamos livrar-nos da psíquica! - rindo-se. - Depois tiro-lhe o crufixo.

- NÃO!!!!! LARGA A MINHA IRMA!!!! - grita Jennifer.

- O vosso pai não queria acreditar que a Elizabeth caçava coisas obscuras, até assistir ao incêndio com os seus próprios olhos. – contava ela – no porta-luvas do carro estava lá um diário que era da vossa mãe, abriu e leu-o. Quando leu aquelas coisas, ficou pálido. – ria-se ela – foi ter com John e entregou-lhe o diário, pois a Mary tinha morrido na mesma maneira, e só Elizabeth é que acreditava naquilo, visto que ela via esse tipo de coisas no seu dia-a-dia. – terminou ela.

Buffy gritava, Meg estava a fazer-lhe cortes pelos braços.

- Cabra! - gritou, e ao gritar soltou-se, caindo no chão.

Meg ficou a olhar para ela com cara de parva.

- Queres o crufixo, porquê que o queres? - perguntou Buffy, levantando-se do chão.

- Como é que te soltaste!? - perguntou ela, levantando-se também.

Jennifer, Dean e Sam olharam para ela.

- Se o Sam quiser também se desprende. - avisou ela - somos psíquicos, lembraste!? - informou Buffy.

- Posso? - perguntou Sam.

- Solta-nos bruxa! Agora! - gritava Jennifer.

- Isso querias tu! - diz Meg fazendo feridas na Jennifer e ela gritava.

- Solta-te Sam - ria-se Buffy - como se não tivesses preso!

Buffy pega no crufixo e espeta-o na cara dela.

- Auuuu! - e grita em agonia.

- Ainda bem que a prata é barata! - disse Buffy sarcasticamente - e o sarcasmo é a minha segunda língua - dando-lhe um murro na barriga. Meg cai no chão se forças. – nada de imitar-me.

Jennifer, Dean e Sam continuaram presos, mas os cortes pararam.

- Sam solta-te! - pediu Buffy - concentra-te.

Sam fecha os olhos e faz força para se desprender, e consegue soltar-se. Entretanto Dean e Jennifer caem no chão.

- Dean, precisamos de fazer um exorcismo agora! - disse ele.

- Calma - levantando-se - eu faço os desenhos, tu lês! - sorrindo.

Buffy foi ter com Jennifer.

- Estás bem mana!? - tocando-lhe na cara

Jennifer estava desmaiada devido a perda de sangue... nem respondia...

- Mana!? - chamou Buffy - MANA!? - gritou ela.

Dean depois de fazer os desenhos... foi a correr ate a Buffy...

- Não... não te posso perder novamente... - agarrando o corpo da Jennifer inanimado - eu amo-te... não te posso perder...

Sam fazia um exorcismo.

- Para quê que serve este crufixo!? - perguntou Sam, enquanto Meg gritava em agonia.

- Porque te havia de dizer novamente!? - dizia ela.

- Vais novamente para o teu inferno de vida lá! - dizia Sam.

- Ok! Ok! - dizia ela - o crufixo é uma espécie de chave, feita por Samuel Colt, o mesmo homenzinho da arma. Tem poderes curativos, e retira a maior parte da força vital de qualquer demónio. Também serve de chave, para abrir um cofre... - dizia ela, com dores.

- Dean, toca o crufixo na Jen rápido! - disse ele atirando-o.

Dean agarra e encosta-o ao peito dela.

- Mas que cofre!? – perguntou Sam.

- O que cofre que contem o diário da Elizabeth Turner… – respondeu ela.

- E onde está esse cofre!? – perguntou ele, pela última vez, murmurando mais umas palavras em latim.

- Só o John é que sabe onde ele anda e um vampiro chamado Alec – dito isto, uma nuvem negra saiu pela boca, desaparecendo no ar.

Sam foi ter com os outros três que tentavam reanimar Jennifer.

- Para quê que serve o crufixo afinal!? - perguntou Buffy, ainda em lágrimas.

- Foi feito pelo o Samuel Colt, tem poderes curativos e retira a maioria da força de um demónio. E também abre um cofre que… abre um cofre! - informou ele, não dizendo o resto.

Entretanto Jennifer começa a tossir…

- A Meg? Já foi destruída? - pergunta Jennifer tossindo.

- Foi para o inferno, e como foi tocada pelo crufixo, não sai de la tão cedo, espero eu! - respondeu Sam.

- Graças a Deus! - agradeceu Dean, beijando-a e abraçando-a. - Tive medo de te perder novamente!

Dean estava quase a chorar. Buffy e Sam olharam-se e partiram-se a rir.

- Enquanto estiver com isto - pegou Buffy no crufixo - ninguém se fere ou morre. - deitando a língua de fora.

- O que tem isso? - diz Jennifer.

- Vê-se mesmo que apanhaste nada! - disse Buffy - isto foi feito pelo o Samuel Colt, ou seja está em boas mãos - rindo-se.

- Como que querias que apanhasse? Estava desmaiada... - acabando por ter uma quebra de tensão... desmaiando novamente.

Buffy voltou a encostar o crufixo.

- Vamos para o carro! É melhor - avisou Sam.

Dean pegou em Jennifer ao colo, e levou-a para o carro.

- Ainda bem que temos aqui água e açúcar - disse Buffy. - Tenta fazer com que ela beba - pediu a Dean.

Dean pegou no copo e encostou-o a boca de Jennifer, fazendo com que bebesse golinhos pequenos. Jennifer acorda e diz:

- Vamos descansar?

- Vamos - respondeu ele, beijando-a.

- Bem posso guiar um pouco o impala!? - pediu Buffy.

- Podes - deixou Dean - mas se o lixares, mato-te! - avisou ele.

- Está bem campeão! - riu-se ela. Buffy foi para o lugar do condutor.

- Meu Deus! Eu vou a pé! - diz Jennifer.

- Desculpa, eu tenho carta sim! - tirou ela da carteira - e alem do mais sou bastante boa na mota - fazendo sorrisinhos.

- Pois, nas ruas de Tóquio feita doida, em corridas... - ria-se Jennifer, pousando a cabeça no peito de Dean.

- Arranca Buffy! Antes que o Dean se arrependa - diz Sam.

Buffy arrancou-o.

- Isto é giro! - começando a gostar do impala. - Vamos para aonde!? - perguntou ela.

- Para um motel! - diz Dean - mas dois quartos.

- Motéis em Vegas!? - perguntou Buffy - Vamos é para uma penthouse. O pai conhece um chefe num hotel daqui! - já com planos.

- Vocês conhecem toda a gente! - riu-se Sam.

- É útil - respondeu Jennifer, olhando para Dean.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 17, 2008 3:08 pm

Parte IV

Buffy olhou para Sam, e quando este ia a olhar, ela olhou para a estrada. Chegaram ao hotel, Dean pegou em Jennifer ao colo. Buffy foi andando com Sam, falar com o chefe. A penthouse ficou com desconto, na conta do pai. Dirigiram-se para o elevador até ao último andar, e entraram na penthouse. Dean leva Jennifer para o quarto deles...

- Bem eu vou tomar um duche - disse Buffy.

- Ok, eu vou a seguir - disse Sam, olhando para ela.

Buffy ficou a olhar para ele, mas virou-se e entrou na casa-de-banho. No quarto, Dean começou a beijar Jennifer.

- Estás bem amor!? - perguntou ele.

- Bem! Agora que estou contigo ainda melhor! Eu amo-te! - beijando-o. - E sempre amei. Desde a primeira vez que te vi!

E começam aos beijos. Buffy já tinha saído do banho, e Sam também.

- Não vão tomar banho!? - perguntaram Buffy e Sam em coro, do outro lado da porta.

Ninguém lhes respondeu.

- Estão aos marmelanços! - disse Buffy, suspirando.

E foi para o terraço. Jennifer ficou em cima dele, depois Dean trocou, e começaram a enrolar. Buffy estava a observar as luzes de Vegas, agarrando no crufixo! De volta ao quarto.

- Jen! - chamou ele.

- Hum!? - murmurou ela.

- Amo-te muito! - disse ele.

- Pensei que nunca iria ouvir isso de ti! – disse ela.

- Ora! - resmungou ele - Também tenho sentimentos! - rindo-se.

- Dá para acreditar no que a Meg disse? - pergunta Jennifer.

- Pois! - disse Dean - muitas coisas que não encaixam!

- Como assim?

- De a tua mãe ser caçadora! - dizia Dean. - E de o meu pai nunca me ter contado nada!

- Pois! Só não percebo o porquê do meu pai não ter contado nada quando soube que eu e a minha irmã éramos caçadoras.

- Ele concordou com vocês!? - perguntou Dean.

- Sim, porquê? Estás admirado?

- Está aí o porquê! - respondeu ele, abanado a cabeça.

- Ok! Se tu o dizes. Mas acho que podemos falar de outras coisas não achas? - olhando para ele.

- Hum… hum - rossando o nariz dele no ela.

Entretanto na sala... Sam estava a ver TV, e de repente sentiu frio nas costas. Levantou-se e foi até ao terraço.

- É melhor vires para dentro! - disse ele - Vais-te constipar! - avisou ele.

- Deixa! - olhando para as luzes.

Sam sentou-se ao lado dela.

- O que está dentro do cofre!? - perguntou ela, do nada.

- A Meg não chegou a dizer! – responde Sam.

Buffy olhou para os olhos dele.

- Estás a mentir - dizia ela, continuado a olhar para eles.

- Não estou nada. – responde ele.

Buffy aproximou-se mais, e quase se tocavam.

- Os teus olhos estão a mentir! - voltou ela a dizer.

Sam deixou-se olhar, levantando-se e deixando Buffy ali sozinha.

- Ele está a mentir - caindo uma lágrima no crufixo da mãe.

------------------------------

Espero k gostem!!!!
Comentem!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
saphira
Fã 1*
Fã 1*
avatar

Mensagens : 59
Data de inscrição : 13/01/2008
Localização : A voar pelo mundo com o sammy

MensagemAssunto: wow   Sab Jan 19, 2008 9:33 am

Shocked Shocked Shocked

muito fixe, paty.

Com que então o SAMMY conseguiu desprender-se e finalmente mostra o seu lado psiquico.

hehe. ele e a Buffy são os psiquicos. lol!


muito fixe, pá.

Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Sab Jan 19, 2008 11:52 am

Inda bem k gostaste!!!!
Daki a pouco posto mais um capitulo!!!
Queres mais nao queres?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 24, 2008 3:48 pm

Aki vai o capitulo 10!!!!
Espero k gostem!!!!

--------------------------------------------

Capitulo 10
Parte I

Os quatro companheiros entram no RoudHouse, onde a Ellen era a dona. A Jo estava a limpar umas mesas, e Ellen estava no outro lado do balcão a ler um jornal.

- Olá meninas! - gritou Dean, a gozar.

Ellen e Jo olham para a porta.

- Dean, Sam!? - observou Jo.

- Oh rapazes, venham cá! - pediu Ellen.

- Já tínhamos saudades! - riu-se Sam.

- E quem são estas belas raparigas!? - perguntou Ellen.

- Ellen, esta é a minha namorada, Jennifer, Jennifer esta é a Ellen e a sua filha Jo. - apresentou Dean.

- E esta é a irmã mais nova de Jennifer, Jen para os amigos… - diz Dean.

-... Buffy - apresentou Sam.

Jo ficou a olhar para Dean e Jennifer com uma cara, ficou pálida.

- Mãe, vou buscar mais cerveja, o outro barril já acabou. - avisou Jo, saindo.

Ellen olhou para Jo, e sorriu para as meninas.

- Não liguem, ela é um bocado tímida - não tendo também a certeza se era isso.

- Hum está bem! - disse Buffy, não tendo tema.

- Venham! Fica por conta da casa - sorriu Ellen.

Sentaram-se numa mesa, e entretanto Jo junta-se, mas com receio.

- Então vocês são de onde!? - perguntou Ellen.

- Nós viemos de Londres - respondeu Jennifer - mas nascemos em Portugal.

- E viajamos muito! - sorriu Buffy.

- Estou a ver! - dizia Ellen - os vossos pais devem ser muito ricos.

- Sim - disse Jennifer - Mas a nossa mãe era caçadora como o Dean e o Sam.

- Mas nunca soubemos. O nosso pai nunca nos tinha dito nada. - completa Buffy.

- Caçadoras? - diz Jo

- Sim. - responde Jennifer.

- Pensava que eras contra as mulheres caçadoras, Dean. - diz Jo.

- Mas elas são muito mais experientes que tu, ai esta a diferença entre vocês. - responde ele.

- Então qual e o vosso ultimo nome? - pergunta a Ellen.

- Turner! - respondeu Buffy.

Ellen olhou para elas e ficou uns segundos em silencio.

- Elizabeth Turner era a vossa mãe!? - quis Ellen confirmar.

- Sim! - respondeu Jennifer - porquê!?

Ellen aproximou-se de Buffy para a observar, e depois afastou-se.

- Estiveste no meu colo, depois do acidente da Liz - rindo-se.

Buffy fica com cara de parva e olha para os restantes. Dean e Sam partiram-se a rir.

- Mas eu não me lembro de nada. – diz Jennifer.

- É normal Jen! Tinhas quatro anos. – responde Ellen.

Dean, Sam e Buffy partem-se a rir. Jo é que não estava achar piada nenhuma.

- Mãe! Como é que conheceste a mãe delas!? - perguntou Jo.

- Sim! Como é que conheceu a nossa mãe!? – perguntaram Jennifer e Buffy ao mesmo tempo.

- Através do John! Eles passaram por aqui, iam atrás do demónio dos olhos amarelos. - responde Ellen.

- Mas a Meg não nos contou isso! - disse Buffy.

Ellen olha para elas.

- Encontraram-se com a Meg!? - pergunto ela.

- Sim. - responde Dean. - Porquê?

- O quê que aconteceu!? - perguntou Ellen.

- Bem nós íamos para San Francisco, quando alguém ligou à Jen. Era a Meg, queria que fossemos para Las Vegas, ou o resto dos nossos amigos iam morrer, matou o Josh e a Andrea, que nos ajudaram há uns anos numa caçada. - disse Buffy. - Ela queria este crufixo - tirando-o do pescoço, e entregando a Ellen - era da nossa mãe, ou melhor ela é que o tinha guardado, foi feito pelo Samuel Colt, tem poderes curativos, e retira a maioria da força vital de um demónio, e abre um cofre - dito isto olhou para Sam - que não chegamos a saber devido à finalização do exorcismo de Meg.

Sam olhou para baixo e deixou-se ficar em silêncio. Entretanto Jo não parava de olhar para o Dean, da forma que a Jennifer começou a reparar e não gostou muito pois o Dean desviava a cara sempre que ela olhava. Jo reparou num olhar ameaçador de Jennifer, que voltou a olhar para a mãe.

- Que estranho! - comentou Ellen - Acho que o John me falou num crufixo qualquer e num cofre... Deixem-me ver se encontro isso na minha agenda ou nos meus apontamentos. - pediu ela.

- Sim seria útil! - dizia Buffy.

Ellen levantou-se e foi para o balcão procurar a agenda. Sam levantou-se e foi ajuda-la, até que reparou num envelope.

- Ellen, o que é isto? - pergunta Sam.

- É um caso que eu encontrei nos jornais, onde todos os habitantes entram numa mansão desaparecem. - responde Ellen.

- Estranho - disse ele.

- Muito! - acrescentou ela - Toma - e estendeu-lhe o envelope.

- É para nós o caso? – pergunta Sam.

- Vê! - piscando o olho, e desapareceu para uma sala.

Sam voltou para a mesa com o envelope.

- Isso chegou de manhã! - sorriu Jo.

- Pois! - disse Sam, abrindo e retirando a papelada.

Dean e Jennifer tinham ido apanhar ar. Jo estava a passar-se por estarem a demorar muito tempo. Buffy continuava calada, com os pés em cima da mesa, a observar Sam e Jo.

- Que se passa com ela? - pensava Buffy, olhando para a cara de Jo.

E decide ir ter com o Sam para saber o que se passava com ela.

- Que se passa com ela!? - chegando-se perto dele.

Sam levantou a cabeça e olhou para ela, tinha uma expressão séria.

- Uma longa história - voltando a olhar para os artigos.

Buffy tirou uma cadeira e sentou-se.

- Conta lá essa história! - pediu Buffy.

- É melhor nem saberes. – disse Sam.

Buffy aproxima-se mais e faz uma carinha de puppy dog eyes.

- Vá lá! - pediu ela, perto dele.

- Bem, a Jo gosta do Dean e prontos! - contou ele, sem levantar a cabeça do que lia.

Buffy olhou para ele.

- Bem me parecia - dizia ela, rindo-se. - Tadita! Só aquelas respostas do Dean, excelentes mesmo - confessava.

Sam não disse nada, e ficou em silêncio.

- Que se passa!? - aproximando-se mesmo dele, lendo o que ele lia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 24, 2008 3:49 pm

Parte II

Entretanto na rua... Dean e Jennifer estavam sentados nas escadas da entrada, aos beijos.

- Que se passa com a Jo!? - perguntou Jennifer.

- Bem, acho que ela gosta de mim!? - disse ele, confuso - nem eu sei, pergunta ao Sam, ele sabe! - continuando os beijos.

- Dean, ela esta apanhadinha por ti.

- Está!? - olhando para ela, com uma cara de parvo.

- Sim, está! Reparei na forma como ela olhava para ti! – responde.

- Ahhh! - fazendo um ar de espanto – deixa-a lá! - e voltou aos beijos.

Dean estava-se nas tintas para a Jo. Entretanto lá dentro...

- Jovens estudantes desaparecidos depois numa festa de piscina em Nova Iorque. - lia Sam.

- Muito sinistro. - comentava Buffy.

Sam pegou noutras folhas, e observou-as.

- Há dois anos, 4 jovens desapareceram, e em anos anteriores também desapareceram. - dizia Sam.

- Têm ar de alunos populares. - observando as fotos dos jovens, e viu outro papel.

Buffy tirou-o e leu.

- Que giro, tudo na mesma casa. - ria-se Buffy.

- É própria para estas festas de finalistas. - acrescentou ele, lendo o resto do artigo.

- A filha mais nova dos Meducci, Sophie morrera afogada na piscina. - leu ela.

Sam olhou para Buffy.

- Será ela a causa dos desaparecimentos!? - perguntou Buffy.

- Talvez! - e mexeu no ultimo papel - a morada da família e a casa das festas. - disse Sam.

- Vamos investigar então. - pediu Buffy.

- Com os outros dois! - acrescentou ele.

Saíram e foram ter com os outros dois que estavam aos beijos.

- Hey, chega marmelanços, temos um trabalho a fazer. - disse Buffy.

Sam contou a história toda...

- Mais espíritos vingativos!? - olhou Dean - Que giro! - sarcasticamente.

- Mais um trabalho para variar. Finalmente. Vamos. – disse Jennifer dando a mão ao Dean para ele se levantar.

Levantam-se, entram no impala e dirigem-se para a casa dos Meducci. Sam e Buffy são os primeiros a saírem do carro e dirigem-se há porta da casa dos Meducci.

- Boa tarde - abriu a Sr.ª Meducci - em que vos posso ajudar!? - olhando para o grupo.

- Gostaríamos de vos fazer algumas perguntas sobre a menina Sophie Meducci - disse Sam, mostrando o distintivo do FBI.

- Que estranho! Já tinha respondido a perguntas às autoridades locais! É que abriram o caso novamente? - disse a senhora desconfiada.

- Pois, compreendemos, mas o caso chegou-nos às mãos, e nós não podemos ficar sentados! - avisou Buffy - são ordens.

- Ok, entrem. - pediu ela.

Os quatro entraram e sentaram-se.

- O que aconteceu com ela, para se ter afogado na piscina? - pergunta Dean.

- É melhor perguntaram ao Michael, o meu filho - disse ela - Michael! - gritou ela.

Michael desceu.

- Sim mãe!? - perguntou ele, com os phones da PSP nos ouvidos.

- Estes agentes gostariam de te fazer umas perguntas. - disse a mãe dele, sorrindo.

Michael sentou-se e desligou a PSP.

- Como é que a tua irmã morreu afogada? - pergunta Jennifer.

- Bem… nós estávamos na festa dos finalistas, e ela quis ir comigo para conhecer aquele mundo de estudantis. - começou Michael - perdi-a de vista depois de uns rapazes gozarem com ela, por ser nova de mais para ali estar. Eu estava com o resto do pessoal, mesmo sendo gozado - dizia ele - até que alguém diz que caiu uma rapariga na piscina. Eu fui ver, e quando olhei não queria acreditar - disse ele, fazendo uma pausa.

- E ninguém a tirou de lá!? - perguntou Sam.

- Estavam quase todos bêbedos, e mesmo que não estivessem não iam fazer caso. - avisou ele - Só sei que quando a tiraram de lá, ela tinha uma garrafa de cerveja na mão. Os paramédicos chegaram tarde demais, já estavam morta. - terminou ele.

- Bem foi muito útil estas informações. Podemos ver a piscina? - perguntou Dean.

- Eu levo-vos lá - respondeu ele.

- Obrigada Michael. - sorriu Buffy.

Levantaram-se e foram a pé até à casa das festas.

- Vou deixar-vos aqui sozinhos. E um pouco penoso para mim estar aqui. Desculpem. - disse Michael saindo dali.

- Pobre rapaz! - disse Jennifer.

- Vamos lá investigar a piscina. - disse Buffy.

- Eu vou procurar EMF. - disse Dean.

Como a piscina não tinha água. Dean saltou lá para dentro.

- Isto é bom para andar de skate - dizia Buffy.

A piscina era igualzinha às de Newport Beach, arredondas.

- Tenho saudades do pessoal de lá! - disse Jennifer sonhando.

- Também eu! - fantasiando.

- Malta, temos um espírito para apanhar! - avisou Sam, procurando EMF no resto do quintal.

De repente o aparelho do Dean começa a fazer barulho...

- Pessoal... Encontrei EMF! Temos aqui um espírito. - disse ele.

Sam, Buffy e Jennifer saltaram lá baixo.

- Vamos para um motel... e vamos investigar as coisas bem. E depois e so apanha-lo. - diz Jennifer.

- Vamos - dizia Buffy, tentando subir lá para cima - parece que vim com os sapatos errados - rindo-se, ela estava de vans, para variar.

Sam chega-se a ela, e agarra-lhe na cintura para a por lá em cima. E ela senta-se. Jennifer conseguiu subir sozinha, e Dean... pois Dean teve que fazer uma ginástica, enquanto que Sam quase num salto ficou em pé lá em cima. Jennifer tenta ajudar Dean a subir mas com a força dele, cai em cima dele... e Sam e Buffy desatam-se a rir com a cena...

- Hey e que tal ajudarem!? - pedia Dean.

Buffy olhou para a piscina a volta.

- Estão ali as escadas - rindo-se.

Buffy e Sam dirigiram-se para a rua, enquanto os outros dois estavam a sair da piscina.

- Gostei da queda - diz Jennifer.

- Por acaso foi uma queda boa - sorriu Dean, beijando-a.

Quando Sam e Buffy chegam ao pé do carro encontram a Jo a espera deles.

- Que fazes aqui!? - perguntou Sam.

- Vim ter com vocês, para vos ajudar. - disse ela, mas ela queria separar a Jennifer do Dean.

- Hum, mas nós não precisamos de ajuda! - confessou Buffy - aliás é demasiado perigoso para ti!

Sam deu-lhe uma cotovelada. Jennifer e Dean aparecem abraçados e Jo não gosta da cena.

- Hey Jo, que fazes aqui!? - perguntou Dean, bastante sorridente da vida.

- Vim ajudar. - respondeu.

- Bem não precisamos da tua ajuda - disse Jennifer, em seco - mas obrigada na mesma.

- Vês! Eu disse-te que não era precisos reforços! - avisou Buffy.

- Além do mais é perigoso - disse Sam.

- Ainda acontece como na ultima vez que quiseste caçar connosco! És apanhada. - disse Dean.

- A minha mãe sabe que estou aqui com vocês. Deixem-me ajudar-vos. Eu posso ser útil. - responde Jo.

- Hum..! - desconfiava Dean.

- Ok! Podes ajudar-nos! - deixou Sam.

Jennifer, Dean e Buffy olharam para Sam.

- A sério!? - perguntou Jo - fixe! - e aproximou-se de Dean e de Sam, para não dar nas vistas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 24, 2008 3:49 pm

Parte III

- Vai ser uma investigação muito longa - murmurou Jennifer.

- Boa sorte - murmurou Buffy.

Vão para o motel e instalam-se.

- Bem Dean detectaste o espírito a partir do EMF! - disse Buffy - e agora? O que fazemos? - confusa.

- És burra ou quê!? - perguntou Jo.

Buffy olhou para Jo com um ar de quem era capaz de espetar uma estaca naquele momento. Se a Jo já começava a meter Buffy em nervos, então Jennifer, ui, catástrofe natural.

- Bem vou buscar comida, estou esfomeada - disse Buffy.

- Eu vou contigo comprar M&M - disse Jennifer, deitando a língua de fora a Dean.

E as duas saem pela porta fora. Sam começou a mexer nas malas e nos sacos.

- Esqueci-me de um livro no carro - avisou ele - já volto.

Jo mexia nas folhas e mal Sam saiu, foi ter com Dean. Jo aproximou-se do Dean e tentou beijá-lo.

- Que raios pensas que estás a fazer!? - perguntava Dean, afastando-se.

- A lutar por aquilo que é meu! - respondeu.

Dean olha para ela com de parvo. Jo agarra nele, e beija-o a força!

- AHUMM - murmurava ele.

Entretanto chega Jennifer com Sam e com Buffy e ao ver aquilo bate com a porta.

- Que pensas que estás a fazer com o meu NAMORADO!? - perguntou ela furiosa, carregando no namorado.

Sam e Buffy deixaram-se olhar. Jennifer passada chega-se a eles, afasta-a dele.

- Obrigado por me salvarem - agradeceu ele.

Jennifer pega em Jo e atira-a porta fora.

- Hey Cabra, se voltas a tocar no meu namorado, mato-te! - ameaçou ela, fechando a porta com força. - Sam e Buffy podem sair? Por favor? - pediu Jennifer.

- Sim, Boss - respondeu Buffy, puxando Sam.

E saíram.

- Dean, como pudeste deixar aquela gaja beijar-te? Como? - disse Jennifer.

- Ela apanhou-me! - disse ele aborrecido com o acontecimento - ela tem cá uma força dos diabos! - tocando no braço.

- Aposto que adoraste! Eu conheço-te! - sentando-se na cama.

- Xiçaaa! - disse ele - preferia ser beijado por um zombie!

- Tu fazeste a todas! - diz Jennifer chateada.

- Pois, pois! - começava ele - Agora a culpa é minha!

- É minha não? - diz ela.

- Quem saiba não fui eu que beijei aquele gordo! - dizia ele, sarcasticamente.

- Ele e que me beijou! Mas logo a seguir levou na tromba!

- Foi!? - coçando a cabeça.

- Foi! Ninguém me beija sem ser o meu namorado! - diz ela.

Dean olha para ela sem dizer nada! Entretanto na rua…

- Queres ir aonde!? - perguntou Buffy.

- Não sei! - disse Sam, em seco.

Entretanto no quarto...

- Porque estás a olhar assim para mim? - pergunta Jennifer mais calma.

Dean continuou calado e foi ter com ela a cama.

- Porque não me respondes? - pergunta ela novamente.

Dean agarra em Jennifer, e começa a beijá-la.

- Sempre que nós nos chateamos vamos parar a cama, já viste? - pergunta ela entre os beijos.

- A sério!? - murmurava Dean entre os beijos.

- Sim. Sempre. - responde Jennifer.

Entretanto na rua... Buffy encontra a Jo...

- Olha, olha! - dizia Buffy, no seu momento de gozo.

Jo olha para ela de alto a baixo.

- Vejam só, não é a rapariga que não sabe o que é EMF! - dizia Jo, continuando no seu caminho.

- Vê como falas comigo menina! - avisou Buffy.

- Buffy deixa-a em paz. Ela já viu que não se brinca com a tua irmã. - diz Sam.

- Hey, ninguém goza comigo! - disse ela, furiosa. - Não tenho a culpa de a minha especialidade ser vampiros e lobisomens.

- Mas gostaste do que a tua irmã lhe fez, não gostaste? - pergunta ele.

- Foi cómico! - rindo-se.

Jo olhou para aqueles dois e foi-se embora.

- Oops, atingi outro nervo!? - perguntava Buffy, levando as mãos à boca.

- O Dean sempre gostou dela como irmã. - diz ele.

- Hummm mas que rica irmã - sarcasticamente. - bem já que estamos aqui nós os dois... a hum... sozinhos! - começava ela.

Sam olhou para ela com cara de parvo.

- Vais em dizer ou não o que está dentro do tal cofre!? - perguntou ela, mexendo no crufixo.

- Ela não disse nada. - diz ele.

- Sam, eu sei que estás a mentir! - avisou ela - os teus olhos dizem toda a verdade! - informou ela.

- Não disse nada. – diz ele novamente.

- Disse! - agarrando nele.

- O que se passa contigo? Estou a dizer a verdade! - responde ele.

- Não, não estás! - dizia ela, bastante séria.

Entretanto no quarto… Dean estava em cima de Jennifer (ainda não tinham feito nada) a beijar-lhe o pescoço e ela diz-lhe:

- Não tens de me agradecer, por te ter salvo. - diz Jennifer.

- Ohhh! - beijando-lhe o pescoço - senão fosses tu, já estava assado e cozido e comido por ela! - rindo-se.

- Eu protejo sempre o que é meu! - rindo-se ainda mais.

Dean olha para ela sério.

- Acho que devia de fazer uma tatuagem, a dizer propriedade de Jennifer Turner, não tocar, ou serão alvo de morte! - rindo-se

- Podes fazê-lo! Eu autorizo! - rindo-se.

- Autorizas!? - disse ele surpreendido - e faço aonde!? - trincando a língua.

- E a mim se fizerem isso? O que fazes o que? - pergunta ela.

- Mato a pessoa! - deitando-se na cama.

- Matas? - pondo-se em cima dele. - Também não queres que faça uma tatuagem?

- A dizer propriedade de Dean Winchester, quem tocar fica sem coiso! - fantasiando!

- Talvez... Porque não? – disse ela olhando para ele.

- Ok… quando é que vamos fazer!? – disse ele saltando da cama.

- Queres mesmo fazer isso? – disse ela olhando para ele admirado.

- Claro, eu arrisco tudo por ti! - fazendo um sorrisinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 24, 2008 3:50 pm

Parte IV

Entretanto Buffy entra pelo o quarto a dentro.

- E se me acontecer alguma coisa que fazes? - perguntou ela. - Que se passa Buffy?

- Eu... - e não acabou.

Buffy não respondeu, pegou na mala nos livros e saiu. Sam entra.

- Bem, vinha buscar os meus livros, mas parece que alguém já o fez - e saiu.

- Ok! - espantada. - Estou a espera da resposta Dean.

- Acontecer alguma coisa como!? - perguntou ele, já perdido com aquela confusão toda.

- Se morresse que farias? - perguntou ela.

- Suicidava-me! - dizia ele. - Ou então fazia um pacto.

- Ok! Vamos então fazer as tatuagens? - olhando para ele.

- Vamos! - disse ele.

Quando se levantavam, a buzina do impala apitou.

- Mas que foi agora!? - perguntou ele.

Saem e encontram a Buffy e o Sam a espera deles.

- Estavam a demorar muito tempo! - disse Buffy, furiosa.

- Calma. Já estamos aqui. - diz Jennifer.

- Óptimo! - dizia ela - então vamos trabalhar!

- É melhor irmos ter com a Ellen. - avisou Sam.

- Porque? - perguntou Dean.

- Ela tem uma coisa para vocês, meninas! - dizia ele.

- Ok! Vamos! Mor deixa-me guiar o Impala! - diz Jennifer.

- Mas... - olhou para a cara dela derretida a olhar para ele - está bem, mas tem... - olhou novamente - esquece, conduz tu!

- Estás com medo que destrua o Impala?

- Eu!? - olhando para ela - Claro que não! - sentando-se no banco ao lado, e rindo-se - alguma vez!?

- Não sei! - respondeu e ligou o motor e começou a conduzir.

Chegaram ao RoudHouse e a Ellen mais a Jo estavam a espera deles.

- Estava a ver que nunca mais chegavam! - dizia Ellen.

- Encontrou alguma coisa!? - perguntou Buffy.

- Ainda não! - disse ela.

- Bem nós tivemos a investigar o caso dos desaparecimentos - começou Sam a dizer.

- Espírito vingativo! - ria-se Dean.

- Bem, Ellen que querias dizer-nos? - pergunta Jennifer.

- Bem era isso que eu estava a dizer, ainda não encontrei nada sobre o cofre. - avisava ela - jurava que estava na minha agenda a localização, mas não!

- Ok. Quando encontrar diga-nos. - responde Jennifer.

- Sim - voltando para dentro.

- Sam!? - chamava Jo - posso ajudar!? - pedia ela.

- Não, é melhor não. Nós vamos voltar para o caso que tínhamos em mãos e tu já fizeste suficientes estragos. - responde Sam.

- OH! Por favor! - dizia ela - o que se passou há bocado, foi só um mal entendido!

- Mal entendido? - disse Jennifer. - Beijas-te o meu namorado à força.

- Hey, desculpa! - pediu Jo - acontece a qualquer uma quando se está perto dele - apontando para Dean.

- Isso, eu sei muito bem! Mas não podes vir! Vá pessoal, vamos! - disse ela entrando no Impala.

- Por favor malta! - dizia ela - há que tempos que não caço nada! - dizia ela, triste.

- Jo a sério! - dizia Sam.

- É perigoso demais para uma rapariga como tu - dizia buffy.

Jo agarrou-se a Sam.

- Proteges-me!? - pedia ela. - por favor! Deixei-me caçar só mais uma vez!

Buffy olhou para Jo com cara de parva, porquê que se estava agarrar a Sam!?

- Vamos ou não? - diz Dean já dentro do carro também.

- Vamos - disse Jennifer.

- Vá lá posso ir com vocês!? - pediu Jo.

- Está bem! - deixou Sam.

Buffy passada entrou e bateu com a porta. Sam e Jo entraram pela outra porta. Jennifer ia na frente e estava passada... completamente... estava a brincar com a arma do Dean... até o Dean achou estranha a atitude dela.

- Que estás a fazer com essa pistola!? - perguntou ele.

- Apenas a precaver-me! – responde ela.

- Se tu o dizes! - disse ele, comendo os M&M.

Chegaram ao motel e começaram a investigar...

- Bem que tipo de espírito é!? - perguntou Buffy.

Jo começou analisar as coisas.

- Mortes de jovens na piscina!? - perguntou Jo - estou a ver...

Entretanto o telemóvel de Sam toca.

- Fala o Michael - dizia ele - só para avisar que vai haver mais uma festa esta noite!

- Hum… ok Michael, obrigado! - e desligou.

- Malta, hoje a noite há mais uma festa na piscina! - avisou Sam.

- Ok... Temos de nos preparar... levar munições de sal... - diz Jennifer.

- Pelos vistos uma das meninas sabe como afastar os espíritos. - disse Jo.

Buffy lança-lhe um olhar, pega na estaca e espeta-a na mesa.

- E temos de descobrir depois o seu ponto fraco, isto é, queimar os ossos com sal. - acaba Jennifer.

Buffy começa a girar a estaca com a mão.

- Então vamos! - disse Buffy.

- Só podemos ir a noite! - diz Dean.

- Eu estava a referir, em ir buscar as armas e preparar tudo! - disse Buffy.

- És mesmo burrinha. - dizia Jo levantando-se, e encostando-se a parede.

Dito isto Buffy atira-lhe a estaca, acertando mesmo ao lado da cara a poucos milímetros. Jo olha para a estaca e depois para Buffy.

- Se me apetecesse acertava-te na garganta. - avisou ela.

- Podes acalmar-te Buffy? Por favor! - disse Jennifer a olhar desesperada para Buffy.

- Eu estou calma - roubando uns quantos M&M do pacote de Dean.

- Vou apanhar ar. - levanta-se Jennifer pois estava farta de ver a Jo a olhar para o Dean.

- Eu vou contigo, preciso de ir comprar mais M&M - disse Dean, olhando para Buffy.

- Sam fica ai a pesquisar, eu vou buscar uma 7UP para ver se me refresco.

- Ok vai lá! - dizia Sam, e ela saiu.

Jo estava sozinha com ele, e começou a pensar num plano. Jennifer e Dean entram no café... e vão-se sentar numa mesa...

- Que se passa com a tua irmã!? - perguntou ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 24, 2008 3:51 pm

Parte V

Buffy estava no balcão com uma lata na mão e voltou para o quarto.

- A Jo. Quem havia de ser? - responde Jennifer.

- Temos de passar a pedir dois quartos. - diz Dean.

- Também acho! - concordou Jennifer.

- Mas o que tem a Jo!? Não me digas que ele está assim só por causa de uns comentários insignificantes!!? - disse Dean.

- Sim. E além disso ela ferve em pouca água. - responde Jennifer.

- Sim nisso já tinha reparado - olhando para baixo.

- Vamos para dentro e alugamos um quarto para nós. - disse Jennifer.

- Vamos! - levantando-se.

Buffy tinha chegado ao quarto abria a porta. Assim que entrou nem queria acreditar no que estava a ver. Jo acabava agora mesmo de beijar o Sam.

- Que pensas que estás a fazer!? - perguntava Buffy.

Jo continuou a beijar Sam. Dean e Jennifer acabam de alugar o quarto deles. E dirigiram-se ao outro para avisar aqueles dois, só viam Buffy aos murros na Jo.

- Buffy? Que estás a fazer? Pára! - Jennifer tenta ao mesmo tempo agarrar na Buffy.

Mas Buffy empurrou Jennifer e continuou aos murros na Jo.

- Vou-te mandar para o inferno! Sabes!? - dizia Buffy enquanto lhe batia.

Jo empurra-a e começa a bater Buffy. Sam estava deitado na cama assistir aquilo.

- Mas que raios...!? - dizia ele, confuso.

- Dean ajuda-me! Elas estão malucas! - diz Jennifer.

Buffy tinha-se virado e continuava aos murros, quando pegava na estaca, Sam agarrou-lhe a mão e puxou-a.

- Que te deu!? - perguntou ele.

- A mim!? Nada! - respondeu ela, dando um ultimo pontapé a Jo.

- Vê lá se controlas a tua irmã, ela tem raiva! - dizia Jo, levantando-se.

- A minha irmã não tem raiva! - e Jennifer dá-lhe um estalo na cara.

- Jo... - chamava Dean - Desaparece daqui! Ah e avisa a tua mãe que depois passamos por lá! - e pô-la na rua.

- Vão me explicar o que aconteceu!? - perguntava Jennifer, a bater com o pé no chão.

- Eu vou apanhar ar! - disse Buffy e saiu.

Dean e Jennifer olham para Sam.

- Que foi!? - perguntou ele.

- Eu vou atrás da minha irmã senão a Jo não chega viva a casa. - dizendo isto Jennifer desaparece pela porta.

- Então Sammy, vais me explicar porquê que era aquela luta!? - perguntou Dean - não me digas que era por causa de ti! - gozando com ele.

Sam olhou para ele sério.

- Não!? - disse Dean - Acertei!? - perguntou ele.

- Não sei! - disse Sam - Mal a Buffy entrou a Jo beijou-me. Depois a Buffy afasta-a e começa a pancada e a gritar com ela. - disse ele ainda recuperando da confusão.

- A Buffy começou a pancada por ela te ter beijado!? - perguntou Dean, não querendo acreditar.

- Sim, porquê!? - perguntou ele, confuso.

- Nada! - e começou a rir-se.

Sam continuou a sua pesquisa, para ver onde estava o corpo enterrado. Dean deitou-se na cama a observá-lo e a pensar: Buffy com ciúmes!? Ciúmes do Sam? Impossível! Na rua, Buffy estava no impala deitada.

- Buffy!? - chamava Jennifer - Onde estás!? - procurando-a.

Buffy levantou a perna e abanou o pé, Jennifer viu e riu-se.

- Então!? - disse Jennifer.

- Então o quê!? - disse ainda deitada a olhar para o tecto do impala.

- Para quê que foi aquela pancadaria toda!? - perguntou Jennifer.

- Nada! - levantando-se e saindo dali.

Jennifer volta para dentro... Entra no quarto... e faz sinal ao Dean para ir com ela ao quarto deles... Buffy senta-se na cama encostada a parede, sem olhar para Sam! No outro quarto…

- Dean, a minha irmã esta apanhadinha pelo Sam. - diz Jennifer rindo-se.

- Está!? - perguntou ele - pensei que fosse só da minha vista! - rindo-se.

- Temos de fazer alguma coisa, não achas? - perguntou ela.

- Fazer!? - perguntou Dean.

- Juntá-los, totó! - diz Jennifer a rir.

- Junta-los!? - começando a fantasiar.

- Tu hoje estás lento! Fogo. - diz Jennifer deitando-se na cama.

Dean deita-se ao lado dela, e começa a mexer-lhe no cabelo.

- Estou!? - perguntou ele - isso é por que estou ao pé de ti! - sorrindo.

- Sério? Então vou ter de deixar de estar perto de ti. - diz ela levantando-se.

- Não amor! - saltando para o chão, agarrando-lhe nas pernas.

Jennifer olha pela janela.

- Já é quase noite! - avisa ela. - Temos trabalho.

E dirige-se para a porta, mas como Dean a tinha agarrado ela cai no chão. E Dean ri-se.

- E agora!? - perguntava ele.

- E agora o que Sr. Winchester? - rindo-se.

- Vamos Sra. Turner!? - rindo-se.

- Vamos aonde? - diz Jennifer.

- Caçar um espírito! - já sério.

- Pensei que querias outra coisa. - diz ela.

- Até queria, mas temos que ir 'trabalhar'! - lamentava ele - senão alguém morre!

- Talvez mais logo tenhas alguma coisa. - diz Jennifer com aquele olhar que Dean adora.

- Bem espero! - dizia ele, agarrando-a

- Vamos.

E saem do quarto. Buffy já se tinha movido para ir preparar as suas tralhas. E quando ia a sair, dá-se de caras com os outros dois. Dean olha para a cara aborrecida de Buffy e não diz nada.

- Vamos!? - perguntou Sam.

- Vamos - respondeu Jennifer.

E saíram os quatro para o impala. Quando chegaram há casa da piscina..

- Que silencio! - dizia Buffy.

E de repente ouve-se um grito...

- Grito!? - disse Dean.

E começaram a correr para a piscina. Quando lá chegaram não havia ninguém.

- Mas hoje não havia festa!? - perguntou Sam.

- Havia... - murmurou Buffy.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Jan 24, 2008 3:52 pm

Parte VI

Horas depois do grito na casa da piscina, os nossos amigos foram ao RoudHouse.

- Ellen!? - chamou Dean.

- Ai são vocês! - dizia ela, aparecendo.

- Estava à espera de alguém!? - perguntou Jennifer.

- A Jo já está há muito tempo fora! - dizia ela, preocupada.

- Faz!? - perguntou Buffy.

- Sim! Ela disse que ia ter com vocês! - disse Ellen - e até agora ainda não voltou! Ela esteve com vocês, certo!?

Sam olha para Buffy.

- Esteve, esteve! - respondeu Jennifer.

- Mas depois ela saiu! - disse Dean.

- Será que ela… - começa a dizer Jennifer.

Dean tapa-lhe a boca.

- Já sei onde é que ela foi! - disse Dean.

- Nós vamos buscá-la - disse Buffy, aos risinhos.

Ellen olhou para os quatro.

- Vocês estão a mentir! - apanhando-os - onde é que ela está!?

- Ela fez umas cenas erradas e nós mandá-mo-la para casa, mas pelos vistos... ela não veio. - diz Sam.

Ellen deixou-se estar calada.

- É, e nós fomos a casa da piscina agora mesmo, e estava suposto de haver uma festa, mas não. - disse Dean.

- E prontos alguém gritou! - disse Jennifer.

- E era voz de rapariga! - disse Buffy.

Os cinco ficaram a olhar.

- Nós vamos traze-la de volta. - disse Sam.

- Prometo. - disse Dean.

E saíram os quatro a correr do Roud House.

- Boa! Para além de termos que descobrir onde está enterrado o corpo do espírito, temos que salvar a pita! - resmungava Buffy. - Eu não! - dizia ela, em seco.

- Malta! Encontrei! - dizia Sam.

- Onde anda a nossa amiga a dormir!? - perguntava Dean, gozando.

- No quintal da casa! Os pais quiserem deixá-la lá pois ficava mais perto deles. - diz Sam.

- Eu tenho um plano. Dean e tu, Sam vão tratar do corpo. Eu e a Buffy tratamos de encontrar a Jo. - diz Jennifer.

- Hey, prefiro queimar corpos de que salvar corpos! - dizia Buffy.

- Qual é o problema de ires comigo? - diz Jennifer.

- Nenhum! - dizia Buffy - vamos lá salvar a pita!

- Têm ferro!? - perguntou Sam.

- Sim na mala e no sangue! - disse Buffy, sarcasticamente.

- Temos tudo! Vamos! – disse Jennifer

E saíram as duas. Dean e Sam estacionam. Jennifer e Buffy chegaram a piscina e não viram nada...

- Esta tudo em silencio. Muito estranho. - diz Jennifer.

- Muito! - disse Buffy perturbada. - Algo muito estranho está acontecer, eu sinto! - apurando os sentidos.

- Que saudades de assaltar campas! - dizia Dean.

- Cala-te e mexe o cu! - pedia Sam.

Saltaram o muro que dava às traseiras. Entretanto eles ouvem um grito (era Jennifer a gritar).

- Mas que foi agora!? - dizia Sam, enquanto escavava.

No outro lado…

- AIIIIIIIIIIIIIIIIIII! - gritou Jennifer.

- Que foi!? - disse Buffy olhando para ela.

O espírito estava a agarrar o pescoço de Jennifer.

- Jen!? - olhando melhor para ela - Hey Cabra, larga-a - passando o ferro por ali.

- Até que fim! Olha a Jo ali... - diz Jennifer.

- Finalmente! Pensei que ia ter que dormir aqui! - disse Buffy.

- A culpa é toda vossa! - resmungou Jo.

- Ainda é pobre e mal agradecida - disse Jennifer.

- O espírito vem cá! Podes tratar ela - disse Buffy a gozar.

Sam e Dean continuavam a escavar.

- Aonde é que a culpa e nossa? - pergunta Jennifer.

- Senão fossem vocês a porem na rua! - dizia ela.

- Que eu saiba foste tu que estavas aos beijos com o Sam! - quase gritou Buffy, e calou-se logo.

- Olha, olha! - disse Jo.

- Que foi!? - perguntou Buffy.

- Vamos embora! Acho que não! Ela vem ai! Armas! – diz Jennifer

E atira armas para a Jo e para a Buffy.

- Atirem. – diz Jennifer novamente.

Buffy ajeita a arma e começa a disparar.

- Eles que se despachem... – diz Jo.

- Vá lá Sam... - murmurava Buffy.

- Eu ouvi! Estás apanhadinha pelo Sam - disse Jo.

- Não estou nada! - disse Buffy continuando a disparar - boa fiquei sem munições - e prepara mais umas munições para por.

Na outra casa...

- Sam mexe as mãos! - pedia Dean lá de cima.

- Se me ajudasses seria óptimo - dizia ele, escavando já está, ajuda! - tentando abrir o caixão.

Dean saltou e ajudou-o abrir o caixão.

- Nada como uma pitadas de sal - dizia Dean, atirando sal para cima do cadáver.

- E gasolina! - acompanhava Sam.

Os dois saíram da campa. No outro lado novamente. As meninas ficaram sem munições.

- Boa! Alguém quer tentar espancar um espírito!? - perguntava Buffy.

Jennifer pegou em ferro e começou a enxota-lo.

- Rapazes despachem-se! - gritava Jo.

Na campa.

- Adeus ranhosa! - dizia Dean, atirando para lá o isqueiro.

Ficaram durante mais uns segundos e saíram. De repente o espírito grita em agonia e arde.

- Parece que já apanharam-na - dizia Jennifer, rindo-se

Os rapazes foram ter com as raparigas...

- Encontraram a Jo? - pergunta Sam

Buffy pega nela.

- Está aqui a pita! - disse buffy.

- Larga-me super homem! - pedia Jo - e não sou pita!

Buffy tinha-a agarrado pela camisola.

- Desculpem! - disse ela - faz parte das minhas capacidades psico.

- Vamos levá-la à mãe? - perguntou Jennifer.

- Sim é melhor! -dizia Dean - senão enforca-me!

Lá levam a Jo até ao RoudHouse e vão-se embora...

-------------------------------------
Espero k gostem!!!!
Comentem!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Sex Jan 25, 2008 4:29 am

Capitulo 11
Parte I

Estavam no Impala a caminho de outra cidade…

- Que cena! - começava Buffy - agora temos que procurar o cofre mesmo!

- Deixa la - dizia Jennifer - havemos de o encontrar.

- Vamos para San Francisco? - pergunta Dean.

- Sim! – responde Sam.

E continuaram assim a viagem ate San Francisco. Pois devido a Meg, não houve estadia nenhuma. Chegam a San Francisco e alugam uns quartos para eles, um de casal para a Jennifer e para o Dean e outro com camas separadas para a Buffy e para o Sam.

- Enfim, sol! - diziam as irmãs, deitando-se na cama de casal.

- Sam, vamos caçar o que? - perguntava Jennifer.

- Malta! - começava Sam - e um papão!

- Estás a gozar? - perguntava Jennifer, exaltada.

- Não! – responde Sam.

- Quero um beliche! - pedia ela.

- Beliche para que? - pergunto Dean.

- Esquece o que eu disse. – riu-se ela.

Buffy lembrou-se do trauma dela e partiu se a rir.

- Buffy cala-te. - disse Jennifer.

- E melhor esquecer mesmo – ria-se ela - traumas de acampamentos!

Sam e Dean ficaram a olhar para as duas.

- Eu mato-te Buffy Turner! - diz Jennifer.

- Dean! Desta vez tem cuidado com os pés - pedia Sam - não metas na agua como da outra vez!

- Foi so um acidente! - disse Dean - alias já não tenho mais enfartes na vida.

- Como e que se mata essa coisa? - perguntava Buffy aflita.

- O último papão que caçamos, o Dean electrocutou-o na agua. E como ele estava nela, levou com a electricidade. - dizia Sam.

- Ok! Vamos descansar? Eu preciso de descansar. – disse Jennifer olhando para o Dean.

- Continuas mais tarde, Sammy - sorriu Dean, saindo à pressa do quarto com Jennifer.

No quarto de Jennifer e de Dean a coisa estava a começar a aquecer e muito quente estava.

- Adoro estes descansos. - dizia ele.

- Pois adoras. - diz Jennifer deitada na cama.

- Eles que pesquisem - sorrindo.

- Só mesmo tu! - rindo-se.

De volta ao quarto da pesquisa...

- Matamos esta coisa electrocutando-a. - admirava Buffy.

De volta ao outro quarto. Dean e Jennifer começam a beijar-se.

- Vamos fazer as tatuagens? - lembrando-se Jennifer.

- Vamos! – responde Dean.

Saíram para a rua... Dean e Jennifer foram a pé ate a uma rua muito movimentada. Mal sabiam que estavam a ser observados. Ate que um rapaz alto de olhos verdes viu a Jennifer e a reconheceu...

- Jen!? - murmurava uma voz, do outro lado da rua.

E viu a Jennifer e o Dean aos beijos...

- Não! - dizia ele, não querendo acreditar.

E decide aproximar-se para saber o que aquilo significava... mas quando la chegou, Jennifer e Dean tinham entrado na loja de tatoos e piercings. O rapaz de sotaque inglês, entrou no seu mercedes e esperou e passado uma hora, Dean e Jennifer saíam da loja.

- É pena não teres feito nenhuma… - diz Jennifer beijando-o.

- E eu adoro a tua a dizer DW – rindo-se.

- Jen? - chamava a tal voz.

- Eu conheço este sotaque - disse ela virando-se. - Lee? Que fazes aqui nos Estados Unidos? – pergunta espantada.

- Eu vim a uma entrevista. Agora estou no momento das compras - disse ele.

Dean olhou-o de alto a baixo.

- Não me apresentas o teu amigo? - perguntou Dean.

- Dean este e o Lee Ryan, o meu ex-namorado. Lee este e o Dean Winchester, o meu namorado. - apresenta Jennifer.

Os dois olham-se com uma raiva.

- A tua cara não me e estranha - dizia Dean.

- Ele e cantor. – responde Jennifer.

- Hum. Mas mesmo assim...- dizia Dean.

- Jen, eu pensava que ainda andávamos... - diz Lee.

Dean olhou para ela e depois para ele.

- Pois. Acabamos... - dizia ela - Nós acabamos no momento que sai de Londres. E agora estou com o Dean, e nada e ninguém nos vai separar.

Mal ela disse aquilo, virou-lhe as costas e regressou com Dean ao motel e entram no quarto onde se dava a pesquisa...

- Que raiva! O que ele esta aqui a fazer? - diz Jennifer fula.

Buffy estava muito colada a Sam. E afastou-se logo.

- Estás a falar sozinha? - perguntou Buffy.

- Que raiva! Porque que ele me anda a seguir? - continuando.

- Que lhe deu? - perguntou Sam.

- Encontramos um velho amigo dela - informava Dean.

- Qual deles? - perguntou Buffy.

- Ainda com aquele perfume que odeio. Emporio Armani! Ai que raiva. Anda sempre atrás de mim! - continuava ela.

- Armani? – dizia Sam.

- Fala inglês. - perguntou Buffy.

- É o desgraçado do Lee Ryan! Odeio-o! - continuando.

- Ainda bem que li as revistas - gozou Buffy.

- Para de gozar! Ele anda a seguir-me desde que deixei Londres! - diz Jennifer.

- Hey, esse não e de uma banda chamada Blue? - perguntou Sam.

- Acabaste com ele? - desconfiou Buffy.

- E isso - disse Dean - e dai que o reconheço.

- Acabei! Deixei uma carta a dizê-lo!

- Carta? - perguntou Buffy.

- Jen, estamos no novo mundo. - avisou Sam.

- Eu sei! Mas ele nunca estava comigo. E além disso ele não prestava na cama. - diz ela.

Todos olharam para ela

- É verdade! - responde ela.

- E por isso que ele já teve na cama com mais de 500 mulheres - observava Buffy.

Sam olhou para ela

- Era o que diziam as revistas. – diz ela atrapalhada.

- E quando estávamos juntos, ele traiu-me, por isso, também acabei com ele por causa disso.

- Pior que eu - murmurou Dean.

- Jenny, que isso nas tuas costas - pergunto Buffy, reparando na tatoo dela.

- Mas uma coisa posso garantir! O Dean, baste a escala. - diz ela - E uma tatuagem que fiz, porque?

- Bato? - perguntou ele com cara de parvo.

- Deixa ver! - pediu ela, subindo o top dela

- Vê! Sim! Numa escala entre 0 e 10, passas o 10! - a olhar para ele.

- DW? - quase gritou Buffy.

- Que foi? - pergunta Jennifer.

- Nada! - disse ela - Esta gira. Mas eu pensei que fosses contra as tatoos.

- MALTA! - disse Sam - temos uma coisa para matar.

- Mas não sou! Eu fiz isso, que é para saberem que quem tocar em mim morre! - diz Jennifer.

Buffy tocou nela de propósito.

- Ups, vou morrer! - sarcasticamente, gozou Buffy.

- Não és tu! São os gajos.

- Eu sei Dah.

- Gostam? Eu fui a inspiração. – virou-se Dean de costas.

- Bem, eu vou ao quarto trocar de roupa. Já venho. - diz Jennifer.

- Não fizeste uma também? - disse Sam.

- Vai la - disse Buffy - nos vamos acabar a pesquisa. Mas não te demores.

- De quem serão as iniciais? - diz Jennifer saindo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Sex Jan 25, 2008 4:30 am

Parte II

De repente alguém agarra a Jennifer. Ela nem consegue gritar e passaram 10 minutos desde que Jennifer, saíra para ir trocar de roupa.

- Ela está a demorar muito! - dizia Dean.

- Eu vou chama-la - disse Buffy, levantando-se.

Buffy foi ao outro quarto. A porta não estava trancada, entrou e viu um vaso partido. Voltou a correr para os outros dois.

- Dean! - gritou ela - ela desapareceu!

- Desapareceu? - perguntou Sam.

- Foi aquele inglês - disse Dean furioso.

- Wow esta e nova. Persegue as gajas e rapta-as – admirava-se Buffy.

- Será ele o papão? - perguntou Sam.

Entretanto na casa do Lee. Jennifer estava amarrada a uma cadeira com fita adesiva na boca.

- Hum, hum - murmurava ela.

E de repente entra Lee todo feliz.

- Disseste alguma coisa Jen? - perguntou ele sorridente.

- hum... - continuou ela

Lee aproxima-se dela e tira lhe a fita adesiva da boca.

- Awww... - quase gritou ela.

- Doeu? - perguntou ele.

- Já fiz o buço, esta bem? - resmungou ela. - Que queres de mim... loiraço idiota?

- Cuidado com a língua - e Lee deu lhe um estalo.

- Au... foi por uma dessas que te abandonei... tirando a parte da cama... claro...

Lee agarrou nela.

- Larga-me idiota loiro...

- Logo vais ver como elas são - ameaçou ele.

Por momentos ela pensou que ele era o papão. Lee abandona o quarto deixando-a solta... Jennifer teve uma ideia.

- Idiota. Onde e o WC? - perguntou ela.

Lee volta a dar-lhe um estalo...

- Naquela porta porque? - respondeu ele, depois do estalo.

- E que sabes eu ia ao WC quando alguém me raptou. - resmungou ela.

Lee não disse nada e saiu do quarto trancando-a. Jennifer enfiou-se na WC, e apalpou as calças

- E mesmo burro - murmurou ela, tirando o telemóvel.

Procura o numero do Dean e telefona-lhe...

- Amor? Onde estas? - perguntou Dean, preocupado.

- Aquele idiota raptou-me... estou num hotel em San Francisco... aquele ao pé do mar...

- Ah. Eu vou-te já buscar - disse ele.

- E dar-lhe cabo do rabo - gritou Buffy ao longe.

- Despacha-te ele ameaçou vio... - diz Jennifer com medo de acabar a frase pois sabia como Dean era - não demores muito tempo. - pediu Jennifer.

- Ele o que? - perguntou ele.

- Ameaçou violar-me... – terminou.

E desligou o telemóvel porque ouviu a outra porta abrir e guardou-o, e foi lavar a cara e puxou o autoclismo e saiu... Lee aproximou-se dela e reparou no alto das calças.

- Que queres? – perguntou Jennifer.

- Essa do WC não pegou - e atirou-a para cima da cama.

No outro lado de San Francisco. Dean, Buffy e Sam estavam no impala a caminho de hotel. No quarto...

- Larga-me – Lee empurrava Jennifer.

Ate que caem na cama.... Jennifer tentou-se soltar mas não conseguia…

- Solta-me idiota loiro... eu não quero ter nada contigo! Eu amo o Dean e sempre amei...

Quando Lee a vira de costas repara na tatoo dela.

- Que tatuagem e essa? – pergunta ele.

- Não e da tua conta. - dizia ela

Já era quase de noite.

- Solta-me... solta-me loiro estúpido... - gritava Jennifer

Lee dá-lhe um estalo e começa a despir-lhe o top.

- Ai mãezinha - pensava ela - Dean despacha-te.

Jennifer consegue dar-lhe um pontapé... Lee cai no chão. Jennifer morde-lhe o braço. Mas leva outro estalo... e aproveita para dar mais um pontapé em Lee, fazendo-o cair no chão, Jennifer aproveita para sair dali, mas quando chega a porta, Lee agarra-lhe novamente a cintura. E quando Lee se preparava para começar a tirar o soutien dela, alguém arromba a porta. Era o Dean.

- Solta-me idiota loiro... eu so deixo uma pessoa tocar-me e essa pessoa e o Dean... larga-me idiota. – diz Jennifer.

- Hey, cabra. Ninguém toca na minha namorada - dito isto, da um tiro no braço do Lee.

Lee cai no chão em agonia agarrado ao braço ferido. Jennifer encolhe-se toda no canto... a tremer...

- Labrego, não sabes ler? - perguntava Buffy - Propriedade do DW. Quem tocar e uma pessoa morta.

De repente ouve-se um estrondo. Buffy olha para Sam. Dean foi ter com Jennifer.

- Que barulho foi este? - perguntou Jennifer a tremer.

Jennifer tremia como varas... Dean dá-lhe o top para vestir e ela veste-o… Buffy e Sam preparavam outra arma especial.

- E o teu amigo? - gozou Buffy com o Lee.

- Idiota loiro... eu avisei-te…

- Não, não e o Lee - avisava Buffy.

Dean abraça Jennifer.

- Dean, ele... ele... - abraçando-o.

- E o... - e Sam foi interrompido pelo próprio papão.

Buffy saltou de susto, e o papão foi em direcção a Lee.

- Deixa eu acerto nele! - dizia Buffy, a tremer.

- Não vais acertar nele em cheio - dizia Sam, fazendo pontaria.

- Um, dois, três! - e disparou Buffy.

Foi ao lado.

- Boo tens que ir treinar a pontaria - gozava Dean.

Enquanto isso levava Jennifer para a porta.

- Dean tira-me daqui por favor. - agarrando-se a ele.

- Estamos já a sair! - dizia ele.

E corre com ela ao colo para saírem dali...

- Hey, tu monstro feio! Vem cá à mamã! - dizia Buffy, para o distrair de Lee.

- Que estás a fazer!? - murmurou Sam.

- A despistar um papão, burro!

Com isto o papão veio em direcção a Buffy, e Sam disparou contra ele, em cheio. Buffy vai ter com Lee, e dá-lhe um enorme pontapé no abono de família!

- Awwwwwwwwwww! - gritou ele, em tanta agonia, que ficou inconsciente.

- Desta não se vai esquecer! - disse Buffy.

Sam olhou para ela com uma cara. Dean e Jennifer estavam no impala a espera deles... Jennifer tinha adormecido... Buffy tinha escrito uma carta a Lee a ameaçar-lhe que se voltasse a perseguir a Jennifer ou qualquer um deles, que chamava um grupo de Talibans que o pai conhecia e sabe-se lá Deus de onde, não saberá o que lhe irá acontecer. E que se abrisse a boca sobre ter visto um papão era a mesma coisa. Deixou-a ao pé do telemóvel dele, e saiu com Sam para saberem como estava a Jennifer. Jennifer continuava a dormir no colo de Dean...

- Já está! - aparecendo Buffy.

- Ele não vai abrir a boca nem perseguir mais a Jenny, senão um grupo de Talibans vão atrás dele e... fim! - avisava Sam.

- Acho muito bem... - diz Dean

- Como é que ela está!? - perguntava Buffy.

- Está bem... está a dormir... Sam guia se faz favor... - diz Dean.

- Ok! - disse Sam sem hesitar.

Meteu a chave, ligou o motor e partiram até ao motel.

- Bem eu vou para o meu quarto - disse Dean.

E tranca o impala com Jennifer ao colo.

- Estou estoirada! - disse Buffy.

E caminha para o quarto deles.

- Eu também! - acompanhou Sam.

Chegaram ao quarto, nem mudaram de roupa, dormiram com as roupas. No quarto de Dean e de Jennifer. De repente Jennifer acorda assustadíssima e acorda sem querer o Dean.

- 'Mor!? - disse ele, acordando.

Jennifer estava a chorar...

- Jenny!? - olhou ele para ela - que se passa!? - abraçando-a.

- Eu... eu sonhei... sonhei... que... ele... - continuando a chorar abraçada a ele.

- Shiuuu! - murmurou ele - prontos, já passou! - dizia ele - estou aqui contigo, ninguém toca em ti!

- Eu sei... - diz ela a sorrir.

Dean beija-a, suavemente. E Jennifer beija ainda mais o Dean... E adormecem abraçados…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Dom Jan 27, 2008 1:53 pm

Capitulo 12

Os dias passaram desde o acidente em San Francisco, Califórnia. O Impala seguia rumo a St Louis, Missouri.

- Mor, vamos parar... estou esfomeada. - diz Jennifer.

Buffy olhou para Jennifer.

- Tens fome!? - perguntou ela, espantada.

- Vamos lá comer! - sorriu Dean, feliz

- Sim, porquê esse espanto? - diz Jennifer.

- Normalmente, quem costuma estar esfomeada sou eu - informava Buffy, confusa - ou não!?

- Sim... mas agora e a minha vez. - diz ela.

- Ok - afundando-se no banco.

- Vamos lá comer, tenho fome! - disse Dean.

- E que não tivesses! - murmurou Sam.

- Apetece-me uma data de hambúrgueres, com molho daqueles muito bons com tomate e extra-queijo... - diz Jennifer fantasiando.

Buffy meteu a mão na testa de Jennifer.

- Não tens febre! - avisou Buffy.

- Que foi? - diz ela novamente.

- Nada! Vai lá comer… eu... - disse Buffy - acho que vou aquele chinês comprar uma salada! - enjoada, e saiu.

- Eu vou contigo! - disse Sam, saindo atrás dela.

Buffy espreita pela janela do carro.

- Estás a ter os mesmos hábitos alimentares do Dean, qualquer… - avisava Buffy - qualquer dia ficas uma baleia também! - e desapareceu no meio dos carros.

- Não faz mal... eu gosto dela de qualquer maneira. - diz Dean.

Jennifer sorriu e saiu com Dean, para a casa dos hamburgers e comeram e depois foram alugar dois quartos... Dean e Jennifer entram no quarto deles… Jennifer deita-se na cama e fecha os olhos...

- Parece que comi um boi! - murmurava Jennifer, cheia.

- Com tão pouco!? - perguntou Dean, a rir-se, deitando-se ao lado dela.

- Sim - disse abrindo os olhos e olhando para ele.

- Então estás muito longe para seres igual a mim! - disse ele, pondo a língua de fora.

- Obrigada pela parte que me toca. - diz ela

- Ohh! - rindo-se.

- Vou tomar um banho. - disse olhando para ele.

- Hum.... - murmurou ele, sorrindo.

- hum... o que? - diz ela começando a ir para a casa de banho.

- Espera por mim! - quase gritou ele, saltando da cama.

- Agora não levas nada... tiveste a tua oportunidade. - rindo-se.

- Jenny...!!!! - chamou ele, batendo a porta da WC.

- Vai para a cama que eu tenho uma surpresa para ti. - diz ela.

- Está bem, mor! - e deitou-se na cama.

Jennifer sai da casa de banho embrulhada numa toalha... e faz sinal ao Dean para se deitar e fechar os olhos... Dean fecha os olhos a rir-se e ela senta-se em cima dele e começa a desapertar-lhe as calças e depois vai beijar-lhe o pescoço...

- Posso abrir os olhos!? - perguntava ele, agarrando nela.

- Podes...

Dean abre os olhos e sorri… Dean começa a beija-la, até ao pescoço. Depois vira-a ficando em cima dela. Jennifer tira-lhe a t-shirt, e enrolam. E fazem O Amor... como sempre acabam de fazer mesmo com as discussões... Lá foram, Buffy e Sam já tinham comido as suas saladas chinesas. Foram para o quarto, e Buffy pôs-se a tocar guitarra, observando Sam, a ouvir musica. Então decide ir tocar para a rua. Senta-se no banco, e põe-se a tocar guitarra e a cantar (Hand in my Pocket de Alanis Morissette). Como estava distante, nem reparou no jovem que apareceu ao pé dela. Ele atirou uma moedinha para ela. Buffy desperta e olha para o rapaz, e fica espantada.

- Sempre a mesma coisa! - disse ele.

- Taylor!? - admirou ela.

- Ai sempre a mesma Buffy, a tocar guitarra em qualquer sitio! - sorriu ele, sentando ao lado dela.

- Que fazes aqui!? - perguntou ela, confusa.

- Eu e a banda estamos por cá, demos ontem um concerto! - informou ele.

- Ahhh! - exclamou ela.

Taylor tinha sido o ultimo namorado dos USA. Taylor Locke pertence há banda Rooney, de LA, Califórnia, e é o guitarrista. Buffy e Taylor ficaram a conversar, até que ele a beija. Buffy deixou-se levar, e de repente Sam apareceu.

- Buffy... - chamou ele.

Buffy afastou-se de Taylor.

- Diz!? - disse ela.

- Nada! - disse ele, olhando para o rapaz.

- Taylor, esse é o Sam. Sam este é o Taylor - apresentou ela.

Os dois apertaram as mãos.

- Tu és da banda Rooney!? - perguntou ele.

- Sim - sorriu ele.

Sam tinha visto ontem o cartaz da banda há entrada de St. Louis. E ficaram ali a conversar.

- Então tu és o famoso ex-namorado da Buffy! - admirou ele.

Taylor sorriu. Então Sam decide que estava na hora de sair dali, e vai-se deitar. Passado um pouco, aparece a malta da banda e Taylor teve que bazar. Buffy voltou para o quarto. Quando lá chegou estava Sam, a pesquisar. Ela deitou-se na cama, a observa-lo. Entretanto Jennifer e Dean entram no quarto... Eles ficaram em silêncio, nas suas actividades, Sam a pesquisar, e Buffy a observa-lo desde a cama.

- Aconteceu alguma coisa? - pergunta Jennifer.

- Ahn!? - disseram os dois em coro.

- Ok! Estranho! - diz Dean.

- Vamos lá pesquisar!? - saltou Buffy da cama.

- Sabes quem eu vi? Vi os Rooney. - diz Jennifer.

- Não me digas! - respondeu Buffy, em seco.

- Ya! O Taylor está giro, mas o Robert também! - diz ela.

Sam olha para Jennifer com uma cara, e volta a olhar para as folhas.

- Eu estive com ele e... - disse Buffy não acabando.

-... e beijaram-se? - pergunta.

Buffy baixou a cabeça, para a pesquisa.

- Ok... Dean vem comigo... - puxando-o para o quarto deles.

- Ok, ok! - e saiu com ela.

Entram no quarto deles.

- O Sam está apanhadinho pela minha irmã... e a minha irmã está apanhadinha por ele. Temos de fazer alguma coisa. - diz ela.

- Pois, já tinha dado conta disso! - rindo-se que nem um louco. - só a carinha de cachorro abandonado dele, faz-me lembrar la no Japão e... - e não acabou olhando para Jennifer.

- A tal japonesa era a minha irmã, certo? - pergunta ela.

- Parece… que sim! - ainda em choque com aquilo tudo.

Dean e Jennifer voltaram para o pé deles e ficaram sentados num canto a falar... Buffy olhou para eles os dois desconfiada, mas continuou a pesquisar.

- Sam, se fosses tio, o que farias? - pergunta Dean para ver se ele está atento.

Com isto, Jennifer cai da cadeira, assustada com o que ele diz... Buffy deixa cair os livros, e Sam fica a olhar para ele.

- Repete lá isso, pah!? - disse ele.

- O que farias, se descobrisses que ias ser tio? - repete novamente.

- Sei la! - disse ele, voltando a olhar para o pc.

- Dean, onde foste buscar isso? - pergunta Jennifer a levantar-se.

- Só para saber! - sorriu Dean.

Sam deixou-se ficar calado, a pesquisar mais Buffy. Dean e Jennifer continuam a falar sobre o facto de juntar a Buffy e o Sam...

- Malta, encontrei a coisa da causa das mortes na zona! - dizia Sam, levantando-se da cadeira.

- Ai, sim!? - perguntava Buffy, olhando para o ecrã - um Reaper!?

- Um Reaper? - pergunta Dean. - Não contei comigo!

Sam olha para Dean, e o mesmo fazem as outras duas.

- Dean, que se passa? - pergunta Jennifer.

- Ya, que se passa!? - perguntou Buffy, com cara de parva - Tu hoje não estás bem!

Sam ficou a olhar para ele.

- É por causa do que aconteceu quando ficaste doente? - pergunta Sam.

- É! - disse ele com um ar agoniado.

- Mor? O que aconteceu? - perguntou Jennifer.

- Digamos que devido a um papão tive o tal enfarte. - informava ele - bom o Sam levou-me a um 'curador', e descobrimos que estava ligado a um Reaper a partir de magia negra. Eu fui curado, mas uma pessoa morreu. E com o mesmo problema que eu. - dizia ele - quem controlava aquela coisa era a mulher do tal senhor, assim que descobriu que andávamos a trava-la, quando iam a curar uma rapariga - e fez um brilho nos olhos - ... que tinha um tumor, eu fui o alvo, se o Sam tivesse demorado mais um pouco, eu estava morto! - dizia ele.

- Mas isso não vai acontecer! Eu não deixo! - diz Jennifer dando-lhe um beijo.

Buffy olhou para aqueles dois aos beijos.

- Hey, vão para o vosso quarto pah! - disse ela enjoada.

- Anda Dean, vamos para o nosso quarto! - diz Jennifer.

- Temos uma coisa para caçar! - disse Sam, levantando-se novamente.

- Nós sabemos! Vamos tratar disso! - diz Dean.

- Então!? - começou Buffy - como caçamos esta coisa?

- Temos de destruir o altar! Acho que e isso! - diz Jennifer

- Hum... - murmurou Buffy

- E isso certo, Sam? - pergunta Jennifer.

- E senão não houver um altar!? - perguntou Buffy, olhando para Sam.

- Tem de haver! E também uma cruz! - diz Dean

Buffy tinha aberto uma pagina.

- É esta cruz!? - mostrando.

- Sim, é! - responde Sam

- Aponta aí as moradas das vítimas! - pediu Dean.

Sam começou a fazer círculos no mapa local, e entregou a Dean.

- A última vítima morta, foi no concerto dos Rooney.

- No concerto deles? Será que eles têm sempre alguma coisa haver com isso? - pergunta Jennifer.

- Não sei! Quando os vi pareceram-me da mesma forma quando os deixamos! Como sempre giros. - disse Buffy.

- Ok... vamos tratar disso. - disse Jennifer levantando-se. - Vamos?

- Aonde!? - perguntou Buffy, seguindo-a.

- Investigar a zona, totó! - diz Jennifer

- Ahh! - disse ela, surpreendida - vamos! - sorrindo.

Sam e Dean seguiram-nas.

- A minha Jenny é uma excelente caçadora! - diz Dean todo contente.

- Ele que não achasse - murmurou Buffy, entrando no impala.

- Hum... quem é que não acha? - perguntou Jennifer.

Buffy olhou para Jennifer.

- Nada! - disse ela.

- Vamos lá! - pediu Sam.

Jennifer entrou e Dean também. Dirigem-se para o local do concerto e não encontram nada.

- Só lixo! - dizia Buffy - que desperdício de cartazes!

- Dean alguma coisa no teu EMF!? - perguntava Sam.

- Nada! De nada! - responde.

- Malta, já sabem o ponto em comum de todas as vítimas? E se elas se conheciam? - pergunta Jennifer.

Buffy viu o nome das vítimas.

- Eu conheço estes nomes! - disse ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Supernatural: When The Past Comes Back
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Back In Black - v1
» Can't hold it back anymore 1.0
» Animes que gostaria que criassem
» P-47D Razor Back - FAB 1/48
» [T.O. ANIMES] - Segunda temporada de Atack On Titan

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Fan fics-
Ir para: