InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Supernatural: When The Past Comes Back

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
AutorMensagem
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Seg Fev 11, 2008 5:26 pm

- Já chega! – diz ele e levantou-se.

Jennifer tentava soltar-se mas não conseguia. Dean atravessou a pista, aproximou-se deles, puxou Jennifer para ele, e deu um enorme murro na cara de Volchok.

- Hey, para que foi isso? - diz Volchok.

- Ela é a minha miúda! - disse Dean, mostrando respeitinho.

Stephen que viu a cena toda, desceu rapidamente.

- Tua? Não foi o que ela mostrou a dançar aqui. - diz Volchok.

- Malta, malta! - meteu-se Stephen no meio - No meu bar não quero cenas destas!

Brian ia apalpar buffy novamente, mas esta foi mais esperta. Deu uma corridinha até ao palco, saltou, apoiou-se na descida e fez um mortal de modo ao Brian ficar preso no chão.

- Anda Dean, vamos embora. - diz Jennifer.

- A tua miúda ainda vai ser minha. - diz novamente Volchok

Jennifer agarra Dean e vão se embora. Buffy deu um pontapé no abono de família de Brian, e voltou para a pista, ao ritmo da seguinte música de Missy Elliott One Minute Man



- Que miúda mais difícil! - murmurou Brian, saindo ali aflitinho.

Na rua...

- Dean porque fizeste aquilo? - diz Jennifer.

- Porque!? Ainda perguntas!? - diz ele.

- Desculpa. - diz ela a sair dali a correr.

Dean começa a correr atrás dela, e agarra-lhe o braço.

- O que foi? - diz ela.

- Desculpa! - pediu ele.

- Tu não tens de me pedir desculpa, eu sim. - diz ela.

Entretanto dentro do bar. As meninas já se tinham sentado, para descansarem e beberem qualquer coisa refrescante.

- Stephen! - chamou Buffy - uma 7Up com muito gelo e limão!

- Que cena foi aquela do Dean com o Volchok? - pergunta Summer.

- Não sei. - diz Marissa.

- A cena aqueceu! - disse Buffy, bebendo a sua 7Up.

- Como assim? - diz Lindsey.

- Então? O Volchok beijou-a, o Dean foi-lhe à cara! - disse Buffy, continuando na sua inocência de beber a sua 7UP aos goles.

Stephen apareceu ali novamente.

- O meu irmão e mesmo assim. - diz Sam

- Buffy posso falar contigo!? - perguntou Stephen.

- Claro. - diz Buffy.

Buffy levanta-se e vai com a 7Up atrás.

- Estive aqui a pensar! - começou Stephen.

- Desembucha! - disse Buffy.

- Vocês hoje deram mesmo grande show. - felicitou ele.

- Obrigada! - riu-se Buffy.

- Querem dar actuações todas as semanas!? - perguntou ele.

- Estás a falar a sério!? - perguntou Buffy, engasgando-se.

- Nunca estive tão sério na minha vida, excepto uma vez! - informou ele.

- Claro que aceitamos! - disse Buffy.

- Ainda bem! - sorriu ele - Então depois tratamos dos preços! - e afastou-se.

A conversa entre Dean e Jennifer ia de mal a pior.

- Desculpa? Porquê? - diz ele.

- Eu é que lhe dei esperanças! - informou ela.

- Esperanças!? - perguntou ele.

- Sim! - disse Jennifer - Quando sai da academia encontrei-o na praia por acaso.

- Encontraste-o na praia? - diz Dean.

- Sim! - disse ela.

- Sim!? - quase gritou ele.

- Ele estava a olhar para mim quando estava na praia com o Luke. - diz ela.

- Isso explica aquela cena no bar! - disse ele, desiludido.

- Desculpa. Se eu pudesse não tinha olhado para ele quando ele olhou para mim. Talvez isto não tivesse acontecido. - diz ela.

Dean olhou para ela com uma cara de poucos amigos. Jennifer percebendo o que viria ai vai-se embora a chorar. Dean caminhou até ao impala, e deu-lhe um enorme pontapé. Jennifer entra em casa e fecha-se na casa da piscina a chorar. Dean vai para casa e entra no quarto deles e fecha a porta e deita-se na cama a pensar. Porque tinha agido com ela assim? Ela não tinha culpa nenhuma de aquele gajo olhar para ela… Apenas tinha olhado para ele porque ele estava a olhar para ele… isso não significava nada… Jennifer chorava deitada na cama… na casa da piscina… e não conseguia parar de chorar…

-------------------
Espero k gostem!!!
Comentem...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DarkAngel
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 14/01/2008
Idade : 30
Localização : Supernatural Land? Vá...Azeitão

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Fev 12, 2008 10:43 am

Aiai... arrufos de namorados, só mesmo Dean com tanto ciume e Jennifer sempre a mesma, lloll...


Aquele Volock, Volochk ou Volchok ou lá a porra do nome, havia de ser comigo, dáva-lhe mas era nas trombas! Tssss... uma gaja já não pode 'tar na praia e sorrir que ficam logo convencidinhos, tsss... o sorrir não quer dizer mais nada! Parvalhão...

Quero mais Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Fev 12, 2008 12:37 pm

Inda bem k gostaste!!!!
Aki vai o capitulo 25...

----------------------------
Capitulo 25

A noite tinha acabado, e a manhã chegado. Estavam todos a fazerem as suas torradas e tostas ao critério de cada um. Já tinham começado a comer quando vêem o Dean com a mesma roupa e com uma cara a descer as escadas. E passado cinco minutos aparece Jennifer com a mesma roupa e com os olhos todos vermelhos vinda da piscina. Jennifer passa por Dean e nem olha para ele. Sobe as escadas e entra no quarto. Todos ficaram com as torradas penduradas na boca.

- É impressão minha ou vi faíscas!? - perguntou Seth, deixando cair a torrada no prato.

- Não. Não é impressão tua. - diz Sam.

- Dean o que se passa? - pergunta Buffy.

Dean pega nas suas torradas, e pira-se para a sala, sem responder.

- Um longo dia o nosso! - comentou Taylor.

Dean senta-se na sala e ouve as noticias.

- Boo, Sammy venham cá! - diz ele muito rapidamente.

Toda a gente vai para a sala.

- Mortes muito estranhas relacionadas com palhaços. - diz Dean.

- Palhaços? – perguntou Sam alarmado.

Jennifer estava a descer as escadas nesse momento olha para eles e sai de casa, batendo com a porta.

- Explica ai o que se passa. – diz Buffy.

- Não se passa nada. – pergunta Dean.

- As mortes relacionadas com palhaços. – diz Buffy.

- Ah, isso. Uma mulher diz que ela e o marido foram atacados por palhaços e ela foi a única a sobreviver. Está num manicómio em Salvation. – diz Dean.

Jennifer dirige-se à casa dos Cohen para ir buscar o Luke. Bate à porta de casa e quem vem abrir é a Kirsten.

- Olá. Vinha buscar o Luke. – diz Jennifer.

- Claro. Luke, a tua mãe veio buscar-te. – diz Kirsten.

- Mãe!!!! – diz Luke a correr.

- Obrigada por terem ficado com ele. – diz Jennifer.

- De nada. – diz Kirsten.

Jennifer volta para casa com Luke ao colo e entra para dentro com ele. Dean vê Jennifer a entrar com Luke. Ela sobe as escadas com o pequeno Luke. Entram no quarto dele, onde ela lhe dá o banho e veste-lhe uma roupa lavada. Então descem novamente as escadas e Jennifer dá-lhe o pequeno-almoço. E quando entra na sala o pessoal fica todo a olhar para ela menos Dean.

- O que se passa? – perguntou ela.

- Temos trabalho. – diz Sam.

- Está bem. – responde Jennifer.

- Podemos ir com vocês para Salvation? – pergunta Marissa.

- Não! – respondem Jennifer e Dean ao mesmo tempo.

- Mãe, eu posso ir? – pergunta o pequeno Luke.

- Não. – dizem novamente Dean e Jennifer ao mesmo tempo.

- Vocês os dois são chatos. – diz Luke amuado.

- Ficas com a Lindsey. – diz Jennifer.

- Está bem. – diz Luke mais contente.

Então foram preparar as coisas para irem para Salvation. Despediram-se do pessoal e do Luke que estava triste pois os pais iam ficar fora durante um tempo. Estavam no carro, Jennifer ia sempre à frente ao pé do Dean, desta vez ia atrás com a Buffy. E no meio da viagem perguntou:

- Este trabalho consiste em quê? – pergunta ela

- Palhaços. – diz Buffy.

Jennifer olha de fugida para Dean, e depois olha para a janela continuando a ouvir as suas músicas no mp3. Dean olha para ela atraves do espelho e depois concentra-se na estrada. Buffy e Sam olhavam um para o outro como quem diz, o que se passa entre estes dois?, e continuam a viagem. Chegam a Salvation, dirigem-se logo para o manicómio onde está aquela mulher das noticias para falarem com ela. Dean estaciona o seu Chevy Impala. Sam sai do carro para ir falar com a mulher e Jennifer sai em primeiro lugar para não ter de ficar sozinha com Dean no carro. Buffy e Sam ficam de boca aberta. Eles entram no hospital psiquiátrico, deixando Buffy e Dean no carro.

- Dean o que se passa entre ti e a Jenny? – pergunta Buffy.

- Nada. Está tudo bem. – diz ele.

- Tu não me enganas. – diz Buffy.

Sam e Jennifer estavam na recepção à espera de alguém para puderem ir ver a mulher da televisão. Passado pouco tempo uma empregada chegou e indicou-lhes o caminho e entraram no quarto da senhora. Conseguiram saber que ela mais o marido tinham ido ao cinema ver um filme e quando estavam a entrar no carro apareceu um palhaço que os atacou, ela conseguiu escapar mas o marido não. Jennifer e Sam agradeceram a mulher e saíram. Quando iam a caminho do carro Sam perguntou a Jennifer o que se passava entre ela e o Dean.

- Jenny, o que se passou entre ti e o Dean? – pergunta Sam.

- Nada. – diz Jennifer com um olhar triste.

- Jenny… diz lá. – diz Sam.

- Eu e o Dean discutimos e esta discussão foi igual a que tivemos quando acabamos. Eu encontrei aquele idiota que me beijou na praia, ele estava a olhar para mim e eu apenas olhei para ele. Disse ao Dean e ele ficou fulo comigo. Eu preferi sair de lá antes que dissemos alguma coisa que nos arrependêssemos. – diz Jennifer tristemente.

- E qual é o mal disso? – pergunta Sam.

- Diz isso ao teu irmão. – diz Jennifer.

- Pois. Já sabemos como ele é! – diz Sam.

Passado cinco minutos Sam e Jennifer entram no carro. Vêem o Dean com cara que tinha de manhã e Buffy a ouvir música no mp3 dela. Eles entram, Buffy tira os phones e olha para eles à espera do que eles descobriram.

- Bem, pelo que ela nos disse, estava a vir do cinema com marido, quando foram atacados pelo palhaço. – diz Jennifer.

- Mas ela conseguiu escapar mas ele não. – conclui o Sam.

- Vamos para um motel? Assim discutimos melhor isto. – diz Buffy.

- Sim, vamos. – diz Dean ligando o carro.

Lá partiram. Mal Dean estacionou, Jennifer saiu do carro e foi alugar os quartos depois esperou por eles à entrada. Tinha pedido um quarto de casal e outro com camas separadas. Eles chegam e vão por as coisas aos quartos. Dean entra no quarto dele e da Jennifer e fica de boca aberta quando vê duas camas. Jennifer pôs as coisas dela em cima da cama, e ao virar-se tem uma tontura, mas recompõe-se logo. Dean percebe o que se passou, mas não diz nada. Depois dirigem-se para o quarto dos outros. Eles entram no quarto e esperam que os outros cheguem que tinham ido buscar umas coisas ao carro. Dean olhava discretamente para Jennifer, e ela também olhava para ele discretamente. Entretanto na rua.

- Já sei o que se passou entre eles. – diz Sam.

- E o que se passou? – pergunta Buffy.

- Discutiram, e aquela discussão foi igualzinha, a que tiveram quando acabaram, por isso é que eles nem se falam. – diz Sam.

- Tudo por causa daquele idiota? – diz Buffy.

- Sim. – diz Sam.

- Vamos para o quarto antes que eles se matem. – diz Buffy a rir-se.

Eles entram no quarto e vêem a Jennifer sentada numa cadeira e Dean sentado na ponta da cama. Entram e sentam-se e começam a investigar. Sam então repara que ouve outros casos iguais ao que eles tinham ido investigar.

- Já sei o que é esta criatura. – diz Sam.

- Que criatura? – pergunta Jennifer.

- Rashacka. Enfrentamos já isto, Dean. – diz Sam.

- Então temos de encontrar uma faca de cobre para o matar. – diz Dean.

- Vamos procurar. – diz Jennifer.

- Só uma questão! - lembrou-se Buffy - o que é um Rashacka!? - inocentemente.

- É um ser invisível que se alimenta de humanos. E hiberna. - diz Sam.

- Ahhh! - fazendo-se luz - Tipo os ursos polares!? - a gozar.

- Que engraçadinha. - diz Dean.

Buffy levanta as mãos em defesa.

- Vamos? - pergunta Sam.

- Vamos lá a procura do cobre! - riu-se Buffy.

Jennifer lançou um olhar em direcção a Dean e desviou logo assim que se levantou da cadeira. Mas ao levantar-se voltou a ter uma tontura e outra e outra, até que cai no chão desmaiada.

- Jenny? - diz Buffy.

Dean estava paralisado, não fazia nada. Buffy aproxima-se de Jennifer, e repara que ela está inconsciente.

- Não acredito nisto! - refilou Buffy - Ajudem aqui! - pediu ela.

Sam pega nela ao colo e põe-na na cama.

- Ela está branca. Aposto que não comeu nada. - diz Sam.

- Eu vou buscar um copo e água com açúcar! - avisou Buffy, lançando um olhar na direcção de Dean, saindo em seguida.

- Eu vou contigo. - diz Sam.

E deixa assim Dean sozinho no quarto, e ouve-se um plim na fechadura. Dean caminha em direcção há porta e tenta abri-la mas em vão.

- É justo! - soltou ele, voltando para o lado de Jennifer.

Passados uns minutos, Jennifer começa a recuperar os sentidos.

- Jenny!? - chamou ele.

- Onde estou? - pergunta ela.

- No motel! - respondeu ele.

- Motel? Onde estão os outros dois? - pergunta Jennifer.

- Foram lá fora e... - não acabou - Queres alguma coisa!? - perguntou ele, olhando para ela que não parava de observar o quatro.

- Não, obrigada. - diz ela.

- Certeza!? - perguntou Dean, novamente, sentando-se ao lado dela, preocupado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Fev 12, 2008 12:39 pm

- Sim. - levantando-se novamente mas cai pois tem outra tontura.

Dean agarra-a logo em seguida.

- Desculpa ter caído em cima de ti. - diz ela.

- Não faz mal! - sorriu ele.

Eles estavam tão próximos mas tão próximos, que não paravam de se olhar. Jennifer tenta desviar mas não consegue. Dean começa a aproximar-se. Jennifer continua a olhar para ele. E Dean avança mais. Até que ele a beija. Jennifer deixou-se levar, mas lembrou-se da pergunta dele.

- Dean, afinal procuro uma coisa! - disse ela, afastando-se devagar.

- O quê? - diz ele.

- Açúcar! - respondeu ela.

- Açúcar!? - repetiu ele.

- Hum, hum! - murmurou ela.

Dean teve uma ideia e voltou a beija-la. Jennifer deixa-se levar. E com isto, caem os dois na cama aos beijos. Olham os dois um para o outro, o que diz tudo. Jennifer tira-lhe a t-shirt e Dean tira-lhe o top. Jennifer desaperta-lhe as calças e ele faz o mesmo as calças dela. Em poucos segundos ficam sem roupas e ambos entregam-se um ao outro como se fosse a primeira vez de ambos. Dean beijava-a, tocava-a como para ter a certeza se era ela que estava ali, e perguntava-se porquê que tinha discutido com ela, acariciava-a e possuindo-a pois sabia que ela era dele e de mais ninguém. Passado duas horas estavam deitados abraçados um ao outro. Dean estava a mexer e a brincar com o cabelo de Jennifer.

- Desculpa por aquilo que aconteceu na praia. – diz Jennifer.

- Esquece isso, pois eu já esqueci. – diz Dean.

- Temos de discutir mais vezes. – diz Jennifer a rir-se.

- Também acho. – diz Dean.

- Tenho de ir comer. Tenho falta de açúcar. – diz Jennifer.

- Falta de açúcar? Acho que já te dei muito açúcar agora mesmo. – diz ele a rir-se.

- Deste? Eu não recebi nada. – diz Jennifer.

- Sim, os meus beijos têm mel. – diz ele.

- Eu não provei mel nenhum. – diz Jennifer a rir-se.

- Não recebeste? – diz Dean.

- Não. Se quiseres podes dar mais beijos para ver se recebo o teu mel. – diz Jennifer.

- Com todo o prazer. – diz ele beijando-a.

Começam novamente os beijos, voltando a entregarem-se um ao outro. Entretanto as coisas entre Sam e Buffy estavam animadas.

- Pelo menos, ao estarem trancados façam pelo menos as pazes. – diz Sam.

- Tal como eles nos fizeram. – diz Buffy.

Estavam a dormir abraçados um ao outro quando Jennifer acordou Dean pois tinham trabalho para fazer. Levantam-se e começam a vestir-se. Quando Buffy e Sam entram no quarto já eles estavam prontos para irem a procura deles.

- Jenny, estás melhor? – pergunta Buffy.

- Só tinha falta de açúcar no sangue. – diz Jennifer.

- Mas eu resolvi esse problema. – diz Dean a sorrir de orelha a orelha.

- Vamos então caçar? – pergunta Sam.

- Vamos. – diz Jennifer levantando-se mas tendo outra tontura.

- Jenny? – diz Dean agarrando-a.

- Quebra de tensão. Tenho de comer alguma coisa. – diz Jennifer.

Buffy e Sam riem-se.

- Tomem! - ofereceu Buffy

- Obrigada maninha. - diz Jennifer.

De repente toca o telefone de Jennifer.

- Sim? - diz ela.

- Jenny! - quase gritou Lindsey de alivio.

- Sim, Lindsey? - diz Jennifer.

- O teu filho não se cala há horas! - dizia ela, torturada.

- O que foi agora? – diz Jennifer.

- O teu filho não se cala porque quer a mãe e o pai! - dizia Lindsey, quase a morrer, com os berros de Luke.

- Passa-lhe o telefone, agora. - diz Jennifer.

- Está bem! - disse ela, aliviada. - Toma Luke, é a mãe! - e entrega-lhe o telefone.

- Luke o que se passa? - diz Jennifer.

- Tenho saudades vossas! - gritou ele.

- Nós também, amor. Amanha já estamos ai. - diz Jennifer.

- Fixee! - disse ele, mais animadinho.

- Mais alguma coisa? - diz Jennifer.

- Hum... - soltou ele, pensando - Ahhh, esteve aqui um amigo teu, ahum… Volcuh! Acho que era esse o nome dele. - disse Luke, inocentemente.

- Volchok? Que queria ele Luke? - diz Jennifer levantando-se.

- Ele disse que ia ser o meu pai agora! - disse Luke, com uma incerteza na voz.

- O que????? O teu pai é o Dean, nunca te esqueças disso. Esse idiota e mentiroso. Tu nunca vais ter outro pai sem ser o que já tens. Percebeste? - diz Jennifer furiosa.

Luke começa a chorar.

- Luke não chores. Aquele rapaz mentiu. O Dean será sempre o teu pai. - diz Jennifer com carinho.

- Jenny!? Que se passa!? - perguntou Dean, aproximando-se dela.

- Quero falar com o pai. Quero ter a certeza. - diz Luke.

- Está bem! - disse Jennifer, passando o telefone a Dean - É o teu filho!

Dean pegou no telefone...

- Aloo Campeão! - disse Dean, com o seu ar de super alegria

- Pai, vais ser sempre o meu pai, não vais? - diz ele triste.

- Claro, pequenote! Mas porque dizes isso!? - perguntou Dean, confuso.

- Apareceu aqui um Volcuh a dizer que ia ser o meu pai a partir de agora. - diz ele.

Luke começa a chorar novamente.

- Calma! - tentou Dean acalma-lo - O pai sou eu! Se mais alguém tenta ocupar esse lugar, leva um murro que nem sabe de que terra é! - protestou - Filho da mãe! - concluindo no seu monologo

- Ok. Pai so mais uma coisa. Arranjem um mano para mim, nessa caçada, pode ser? - diz Luke

- Vamos ver se temos tempo! - riu-se Dean.

E desliga o telefone.

- E? - diz Jennifer

- Bem contou-me uma historia bastante estranha sobre o 'volcuhh' ter dito que ele iria ser o pai dele! - disse Dean com um ar aborrecido - E que queria um mano! – sorrindo

- O idiota do Volchok. - conclui a Jennifer.

- Quando chegarmos a Newport! Eu juro que o vou matar! – começou Dean e ao mesmo vai apertando as mãos.

- Dean, acalma-te! Pode ser? E mais que disse o Luke? - pergunta Jennifer

- Mais nada! - acalmou-se ele - Só essa história! E mais um mano na lista! - riu-se.

- Portanto tem de ser para ai mais uns quatro filhos, certo? - pergunta Jennifer.

- Não sei! Não lhe perguntei! - respondeu Dean, ainda a rir-se.

- Não é isso, totó. Ele já pediu montes de vezes. Se estás a fazer uma lista de manos para ele, são para aí uns quatro ou cinco. - diz ela a rir-se.

- Ahhhh! Talvez, talvez! - pensou ele, coçando o queixo.

- Mas quem vai andar com eles na barriga sou eu. E não te esqueças que não tens nada durante 9 meses. - diz ela a rir-se.

- Cena mais que estranha! - comentou Buffy, comendo alguns chocolates.

- Cuidado com a taxa de natalidade! - avisou Sam, com uma preocupação.

- O que foi? Eu quero ter uma equipa de futebol! Isto é filhos a fazer uma equipa de futebol. - diz Dean.

- Tirem-me deste filme! - pediu Buffy,

E atira com o papel do chocolate para a cabeça do Dean.

- O que????? Se tiveres outro filho, já tens muita sorte! - diz Jennifer

Sam não disse nada, e soltou um riso de gozo.

- Mas amorzinho... podias... dar mais uns nove... - diz Dean.

- Está calado, antes que me arrependa de dar o segundo. - diz Jennifer.

- Pobre Utero! - murmurou Buffy, assustada.

- Pobre utero o tanas. Eu se tiver e só mais um e acabou. - diz Jennifer.

- Menos mau! - soltou Sam, levantando-se - A conversa está bastante interessante, mas... Temos um trabalho a fazer! - agora sério.

- Pois temos. Vamos! - diz Jennifer vendo Dean amuado.

- Vamos. - diz Buffy.

- Mor não precisas de ficar amuado. - diz Jennifer.

- Não estou amuado, simplesmente tenho o coração despedaçado! - corrigiu ele, caminhando até a porta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Fev 12, 2008 12:40 pm

- Eu trato disso logo à noite. - diz Jennifer.

Dean levantou a cabeça, e largou o seu sorriso. Entram dentro do Impala. Jennifer senta-se na parte de tras do carro e poe os phones.

- Scream! - murmurou Buffy, rouca.

- O que foi? - diz Jennifer. - Queres o namoradinho aqui para namorares? Sam troca.

Buffy não ligou a troca, e continuou a murmurar rouca. Jennifer poe-se a ouvir o mp3 e a cantar ao mesmo tempo.

- Onde é que é o circo!? - perguntou Buffy, inocentemente.

Jennifer continuou a cantar.

- Hey.. Onde é o circo!? - voltou Buffy a perguntar

- Não sei! - diz Sam a medo.

De repente Dean parte-se a rir. Sam olha para Dean. Dean parte-se a rir ainda mais.

- Desculpem lá! - disse Dean, e parou o carro.

Jennifer tira os phones e olhou para ele. Olhou novamente para Sam, e partiu-se a rir contra o volante.

- What the... - diz Jennifer.

- Ahahahaha! - riu-se Dean.

- Qual foi a piada!? - perguntou Buffy, ainda a nora.

- O que se passa? - diz tambem Jennifer a nora.

- Ahaahahah! - continuou Dean - Desculpem... Mas... é dificil... - já a chorar.

- Dean… - murmurou Sam.

- Dean o que se passa? - pergunta Jennifer

- É que aqui o Sammy - murmruou ele ao ouvido de Jennifer - Tem fobia a palhaços! - e voltou-se a partir a rir.

Jennifer olhou para ele, suspirou, olhou para Sam e…

- E daí? Tu tens medo de andar de aviao! - diz ela a rir-se.

- Ahn!? - disse Buffy.

Sam parte-se a rir agora. Era a sua vez de gozar um pouco. Dean olha para Jennifer, prepara as chaves, e faz uma carinha.

- Pronto! Eu logo a noite tiro-te o medo! - diz ela a rir-se.

Dean rodou as chaves, e o Impala voltou a vida.

- Pus o homem amuado! - diz Jennifer.

Buffy começou a rir-se, finalmente associando Palhaços com Sam, e Avioes com Dean. Sam continua a rir-se.

- Hey Jenny! - disse Buffy, com um arzinho.

Jennifer olha para trás.

- E as bonecas de porcelana!? - continou ela.

- Nem me fales! - diz ela.

- O que tem as bonecas? – pergunta Dean.

- Ela tem medo delas. – diz Buffy a rir-se

- Buffy és uma mulher morta! – diz Jennifer.

- Quero estar viva para ver essa mortalidade! – diz Buffy brincado com os seus caracóis.

- Cala-te. – diz Jennifer amuada

- Oh. Eram so umas bonecas! - informou buffy, enjoada - e aqueles caracois - brincando ainda mais com os dela - pareciam verdeiros - soltando um sorriso malicioso.

- CALA-TE!!!!!! - diz ela - Para o carro Dean... agora...

- Ups - soltou buffy, agora seria, parando de mexer nos caracois.

- Outra vez nao! - murmurou sam.

- Paro para que amor? - perguntou dean.

- Para!!!!

Dito isto, dean trava a fundo.

- Ai! - solta buffy, batendo com os joelhos no banco de dean.

Jennifer sai a correr do carro e senta-se no chao...

- Ve la se nao das cabo dos travoes - avisou sam.

Jennifer estava a tremer...

- Que se passa com ela? - pergunta Dean, referindo-se a jenny.

- Wow, ja me esquecia! - lembrou-se Buffy - vai vomitar.

- Vomitar? - diz dean.

- Sim! - afirmou buffy - Complexo traumo-boneca-vomitanço-ataque.

- Mas o que se passou para ela ter esse complexo?

Sam olhou para ela, e assim fez dean. Sam fica com uma cara d wtf e solta um riso.

- Conta!!! - diz dean.

Com isto Jennifer comeca a vomitar.

- Tavamos num trabalho - comecou buffy, interrompida por Jennifer.

- Poupa-me! - tossiu Jennifer, voltando a vomitar.

- Mor? Calma...

- Adiante - continuou buffy, com um ar sofisticado - bem entrei numa sala e deparo me com ela a ser rodeada por bonecas a... - voltando a ser interrompida.

- Cala-te.... nao digas o que vais dizer! - implorou Jennifer, ainda a vomitar.

- Continua - pediu sam.

Dean ficou calado, com uma atençao extrema.

- Continua!

- Bem as bonecas estavam a cantar a musica do Noddy! - diz buffy, agora completamente histerica - 'abram alas para o NODDY, NODDYYY... no seu carro amarelo, pum pum pum! - interrompida.

- CALA-TEEEEEEEEEEEEEE! - diz Jennifer a fugir

- Lá lá lá vamos cantar o viva, hey! - agora a persegui-la ao saltinhos.

Dean olhou para Sam, com cara de parvo. Mas...

- Sammy! - disse Dean com um tom alarmado.

- Hum Dean? - ignorando o alarme da voz de Dean.

- Sammy, comeca a fugir! - agora preocupado, pediu Dean.

- Por alma de quem? - olhou Sam para ele.

- Por causa da coisa atras de ti a caminhar e que nao e! - disse Dean, apontando para tras do ombro do Sam.

Sam decide seguir o dedo dele e... Fica petreficado que nem uma pedra. e sai a correr atras de Jennifer.

- Ola queres brincar comigo? - disse a 'coisa'

- Eu vou dar cabo de ti! - diz Dean.

- Ahahah. - soltou a coisa malefica - vem brincar comigo - repetiu novamente.

- Ah mata essa coisa, esse esse... - disse sam nao acabando, com muito medo.

Dean farto daquilo da-lhe um murro e espeta-lhe uma faca de cobre no coração. Aquilo morre... Aparece pouco depois a Jennifer a refilar...

- Prontos Sammy, pode vir! - disse Dean

Dean ia limpando tudo e pegando no nariz vermelho. Sam volta para la. Buffy estava sentada no chao numa posicao de meditacao.

- O que se passa? - pergunta ele.

Dean aperta o nariz de palhaco, a gozar com sam, que faz pim pim. Jennifer continuava a refilar

- Não gozes Dean! - pediu sam, atirando a coisa para longe.

- Ela vai pagá-las... ai vai... ai vai... podemos ir embora? - resmungou Jennifer.

Buffy continuava imovel no chao, ignorando o mundo em seu torno.

- Claro... - diz Sam.

Dean e os outros estavam no carro a espera dela...

- Boo? - chamou Dean - nao temos o dia todo.

Mas Buffy nao deu sinais d vida.

- Anda embecilho!!! - chamou Jennifer.

Buffy parecia estar morta.

- Eu vou pegar nela... - diz Sam

Entao Jennifer e Sam decidem ir busca-la. Mal Sam lhe toca, Buffy 'acorda'.

- Que foi? - perguntou Sam, pegando nela.

Buffy nao respondeu e levou a para o carro.

- Que aconteceu? - perguntou Dean
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Ter Fev 12, 2008 12:41 pm

- Andas surda agora tambem? - gozou Jennifer.

- Nao. - respondeu finalmente Buffy - visao, melhor, pressentimento mau. - Algo mau aproxima-se. - informou Buffy, com panico nos olhos.

- Vamos para casa...

- Mau como? - perguntou sam.

- Grande. - disse Buffy, e olhou para a estrada, e depois para o carro – sinto-me claustrofobica aqui dentro - disse a tremer.

- Sim! - concordou Jennifer. - o ar aqui esta inrespiravel.

- Lá… lá… - diz Buffy. – Tenho frio.

- Aquece-te… - responde Jennifer.

- Sam! – chamou Buffy. – Aquece-me o máximo que puderes. E Jenny fecha o vidro.

- Não… - diz ela abrindo mais o vidro. – Tenho calor…

- Jennifer! - chamou Buffy.

Dean olhou para Jennifer e depois para Buffy, e por último para Sam.

- Tirem-me daqui! - murmurou ele.

- O que foi? - pergunta ela já chateada.

- Fecha-me a porra do vidro! - refilou Buffy, também chateada.

- Não!!! Tenho calor...

Jennifer continua com o vidro aberto...

- Mau mau maria! - murmurou Buffy - Jenny, olha que eu conto um daqules lindos episódios! - ameaçando-a.

- Que episódio? - diz ela inocentemente.

- Aquele da tal festa... ! - disse Buffy, tentando refrescar-lhe a memória.

- Que festa? - pergunta ela inocentemente.

- A da Nicki! - respondeu Buffy, inocentementeOmalvada.

- Essa? Conta a vontade... - diz ela.

Buffy ficou a olhar para ela com um ar de espantada. Era história mais embaraçosa e mesmo assim ''Conta à vontade''.

- Tão não contas? - pergunta ela.

Buffy virou a cabeça para o outro lado e espirrou.

- Santinha... - diz Sam.

- Conta maninha... tamos a espera...

- Fecha o vidro! - e voltou a espirrar.

- Conta... o que aconteceu? - pergunta Dean.

Jennifer continuava com o vidro aberto. Buffy tossiu e espirrou mais uma vez.

- Vou contar a história como realmente foi! - disse Buffy, determinada.

Jennifer olha para ela de relance e vira-se novamente.

- Estavamos numa festa… prontos a da Nicki, que ja não vive por aqui à bastante tempo, tenho saudades dela! - começou Buffy - E como era festa, houve abuso de bebidas! - e a sua cara virou para um tom de gozo.

Jennifer olha novamente para ela, mas com outro ar.

- Então aqui a minha querida maninha, bebeu não sei quantos shot's mais não se quantas cervejas e por ai fora! - continuou - Nunca te vi a beber daquela maneira mas imagino o porquê de teres bebido assim… - rindo-se. - Então foi para o meio da multidão a dançar feita doida, e começa atirar-se a uma pessoa. - e fez pausa.

Jennifer olha para ela com uma cara.

- Andava um gajo atrás dela, por acaso até era girito, tiveste bom gosto! - um aparte - E ela prontos, atirou-se a uma pessoa, e essa pessoa era uma gaja! - pausando novamente.

Jennifer virou-se para a janela, e não disse nada.

- Olha conselho, não bebas meia duzia de shots com cerveja e mais cenas maradas! - aconelhou Buffy, espirrando - Ahh! E fecha esse vidro, estou a ficar constipada, por tua culpa! - voltando a espirrar.

Dean olhou para Jennifer. Sam estava caladinho no seu canto a tentar conter-se.

- Não tenho culpa... foi por culpa dele que eu bebi assim... - diz ela apontando para o Dean.

Jennifer fecha o vidro... e continua a olhar para a rua...

- Porquê minha? - perguntou Dean, ofendido.

- Porque se não tivesses sempre a discutir comigo e não tivessemos acabado... eu não teria bebido daquela maneira... e alem disso no dia que me vim embora vi-te com uma gaja... esse foi o motivo porque me fui embora... e depois envolvi-me com aqueles idiotas todos. - diz ela.

Sam não aguenta mais e desata-se a rir... Dean fez novamente uma cara de WTF!

- Por sorte... ninguem reparou... senão fosse o Luke e o Ryan a salvá-la... - diz Buffy a rir-se.

Jennifer lançou-lhe um olhar de morte

- The Dark Side rules! - murmurou Buffy.

Buffy parte-se a rir de seguida também.

- Mas não foi minha pois não, Boo? - pergunta Dean esperançoso.

- For sure maybe, for sure not! - cantarolou Buffy, pond um dedo na lábio.

Dean cotinuou a olhar para ela. Sam ficou quieto a ver a reacção deles.

- Pensando melhor! - pensava Buffy olhando para cima – É tua a culpa! - e tirou o dedo do lábio a sorrir.

- Minha porquê? Eu nao fiz nada...

- Lá… lá! - cantarolou - Não é a mim que te tens de justificar! - e apontou o dedo anterior para Jennifer – Lá… lá!

- Não? Tão porquê que eu vi-vos amanssos e os beijos? Foi por tua culpa que acabamos e eu fui-me embora...

- É passado! - disse ele - Foi um erro!

- Foi um erro? Pois... um erro... - diz ela.

- Amorrrr! - chamou ele - Não vamos chatear-nos por causa de estupidezes do passado!

- Que coisa mais bem dizida! - murmurou Buffy.

- Aii! - sussurou Sam, juntando-se a ela.

- Não sei... se tu não tivesses feito aquilo... talvez não tivessemos acabado... e eu não me tinha envolvido com aqueles idiotas... e não tinhamos ficado separados durante 10 anos...

Aquela tinha tocado mesmo. Dean voltou a sua atenção à estrada.

- Ups! - deitou Buffy, entretida a ver a discussão.

- Cala-te... - diz Jennifer. - E alem disso não me quero chatear contigo Dean... quero apenas esquecer o passado...

- Olha só uma última coisa! - pediu Buffy - Fecha o vidro! - fungando.

- Já está fechado... - diz Jennifer. - Olha minha totó...

Dean continuava a conduzir...

- Dean? - chama Jennifer.

Mas Buffy continuava a espirrar e a tossir.

- Só me faltava estar doente agora! - resmungou ela, baixinho.

- Dean... - chama novamente Jennifer.

- Sim! - respodeu ele, continuando atento à estrada.

- Eu disse que quero esquecer o passado... apenas pensar no nosso futuro... - diz ela a sorrir para ele.

Dean não responde... E continua atento à estrada.

- É assim? Tão quando quiseres alguma coisa levas zero...

De repente, só se ouve uma travagem brusca. Dean olha para ela e depois para a estrada. Jennifer tinha batido com a cabeça no vidro...

- Estás bem? - perguntou Dean, tocando em Jennifer.

- Que insensiveis! - disse Buffy, tirando o cinto e saindo do carro para ver o que tinham atropelado ou não.

- Boo a tua irma está a deitar sangue da cabeça... - diz sam

Buffy caminha até às rodas da frente. Nada. E olha para Jennifer.

- 112! - lembrou-se ela.

Buffy continuou até a parte da frente do carro, nada. Então decidiu baixar-se e espreitar para a parte de baixo. Estava lá um pequeno cãozinho, castanho e fofinho, mas assustado.

- Boa pontaria Winchester! - contemplou Buffy, pegando no pequenino. - Foi só um susto!

- O que foi? - diz ele a tratar do corte de Jennifer.

- Um cão... dá cá... vamos dá-lo ao Luke... - diz Jennifer.

Buffy olhou para ela, e deu-lhe o pobre pequeno.

- Pronto foi um pequeno susto... - diz Jennifer esquecendo o Dean.

Jennifer começa a fazer pequenas festas ao pequeno cão... Dean fica com ciumes.

- Pronto... Calma... Vamos chamar-te de Brown...

- Gosto - disse Buffy, espirrando, e entrando novamenteno carro.

- Vamos, mor?

- Sim! - murmurou ele.

- Vá quando chegarmos... eu dou o Brown ao teu filho... e... tens-me a seguir... pode ser assim?

Dean olhou para ela e sorriu simplesmente. A viagem foi retomada.

----------------------
Comentem!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DarkAngel
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 14/01/2008
Idade : 30
Localização : Supernatural Land? Vá...Azeitão

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Fev 13, 2008 4:26 am

Gostei minina!

A Jen é mazinha, a Boo teve uma visão e estava-se a sentir mal e ela em teimar que não fechava o vidro!!!

Mais, assim que te der jeitinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Fev 13, 2008 5:34 am

Inda bem k gostaste!!!!
------------------------
Capitulo 26

Chegam a casa... mal Jennifer entra em casa Luke corre até ela...

- Mãe!!!!!!!

- Calma Luke... deixa a tua mae respirar... - diz Dean.

Jennifer ri-se.

- Tenho uma surpresa para ti amor! - disse ela, sorrindo para Luke.

- O quê? O meu mano? - diz ele.

Jennifer olha para ele.

- Não, ainda não! - respondeu Dean.

- Um amiguinho para ti! - respondeu Jennifer.

Jennifer mostra-lhe um cesto...

- Chama-se Brown...

Luke olha para o pequenino cão de castanho.

- É lindo! - disse ele, pegando nele.

Os outros olham espantados para Dean e para Jennifer...

- Pelos vistos fizeram as pazes... - diz Seth.

- Na cama... - diz Ryan.

- So pode... - diz Luke.

Marissa, Summer, Taylor e Lindsey, voltam da piscina.

- Welcome back! - disseram em coro.

- Bigada... - diz Jennifer.

- Jenny vem comigo... Luke fica com os tios... - diz Dean

Luke simplesmente ignorou o pai, pois estava derretido com o pequenino cão de castanho. Jennifer seguiu Dean. Subiram as escadas, passaram as portas até à acertada. Quando entram...

- Dean querias falar comigo sobre o quê?

- Sobre o que o desejo do Luke! - informou ele.

- O desejo do Luke?

- Sim! - respondeu Dean - O mano! - riu-se.

- O mano... e? - diz ela.

- E.....! - disse ele.

- E? Queres é isso?

- Eu gostava de lhe conceder o desejo! - desabafou Dean - E tu?

- Eu também... mas tens a certeza que queres?

- Absoluta! - respondeu ele, com um brilho nos olhos.

- Que brilho é esse?

- De felicidade! - sorriu ele.

Aquele sorriso encantador, dificil de resistir.

- So tu mesmo... - diz ela beijando-o.

Dean puxa-a mais para si, e começa a caminhar para trás. Jennifer vai atrás dele, e os dois caem na cama. De repente alguém, entra.

- Jenny... - era Summer - Ups! É melhor trancarem! - e saiu, fechando a porta.

Dean e Jennifer ignoraram a presença dela, e continuaram aos beijos deitados. Então o Dean, sem explicação alguma, fica por cima de Jennifer, e vice-versa. Então sentam-se, coladinhos um a outro. Dean começa a puxar o top dela para cima, tirando-o de vez. Esta morde-lhe a orelha, e ele faz o mesmo. Retira a t-shirt do corpo dele, e beija-lhe o peito. Dean começa a beijar-lhe o pescoço... e desce com as mãos dele até ao soutien... e retira-lho... ela começa a desapertar-lhe as calças... Ele deita-a na cama... e aproveita fica em cima dela continuando a beija-la... até que lhe tira as calças... e então começaram a por-se na posição mais confortável, a explorarem-se um ao outro. Entretanto na sala estava Summer vermelha que nem um pimento e os outros acham estranho...

- O que se passa Summer? - pergunta Ryan.

- Ahh! - riu-se ela - Vi coisas que não devis ter visto - e baixou a cabeça embaraçada.

- Viste a minha irmã e o Dean a fazer das suas? - pergunta Buffy.

- Sim! - e enterrou-se ainda mais no sofá.

- Tem calma... Viste-os nus? - pergunta Luke.

- Não! - levantando-se - Quase!

- Acontece... Eles devem estar a fazer as pazes... novamente... - diz Sam a rir-se.

E o resto ri-se. A mais bela gargalhada em coro. Um mês e meio depois, na véspera de natal. Estavam a ocorrer os preparativos para o natal... As meninas estavam na cozinha...

- Buffy ainda queres tratar do perú? - perguntou Marissa.

- Claro... - diz ela.

No meio daquilo tudo... Jennifer começa a sentir-se enjoada... e deixa cair alguns pratos...

- Jenny? - olhou Buffy, com o facalhão na mão.

- Nada... estou enjoada... desculpem... - e sai dali a correr.

- Estranho! - murmurou Lindsay.

- Isto é nojento! - murmurou Buffy, cortando o pescoço da ave.

- Estranho o quê, Lindsey? - pergunta Summer.

- Ahn!? - acordou ela - Ahh! Nada! - lembrando-se - Buffy tens a certeza que queres arranjar o perú?

- Sim... - responde ela.

Na sala os rapazes veêm a Jennifer a correr para o andar de cima e a fechar a porta com força... e põe-se todos a olhar para o Dean.

- Que foi? - perguntou Dean, tirando os olhos da TV.

- A tua namorada foi a correr para cima e fechou a porta com força... - responde Luke.

Dean olhou para a televisão e depois para eles.

- Já venho! - e correu para cima.

Jennifer estava na casa de banho a vomitar... Ele entra e não a vê...

- Jen? - chamou ele por ela.

- Na casa de banho... - diz ela a lavar a cara.

Dean caminha até lá.

- Estás bem? - chegando-se perto dela.

- Sim... porquê?

- Só para saber! - respondeu ele - Enjoos?

- Sim... aquele cheiro da cozinha...

- Pois! - respondeu ele, dando-lhe a mão.

- Vamos... elas precisam de ajuda... - diz ela.

Dean olha para a cama deles...

- Dean, agora não! - murmurou ela, sendo agarrada por ele.

- Vá lá mor...

- Logo! - disse ela, soltando-se - Tenho mesmo que ir ajudar com o jantar! - e fez beicinho.

- Ok... Mas és minha logo à noite...

- Ok! - riu-se ela, saindo porta fora.

Estavam todas na cozinha quando Jennifer chegou...

- Desculpem... mas este cheiro deixa-me enjoada.

- Ahh! Isto é nojento! - reclamou Buffy, tirando as tripas do peru

- Fogo... - diz Jennifer ficando enjoada novamente.

Buffy continuou a sua batalha até que tem o peru finalmente pronto para o tempero e essas coisas de culinária.

- Já tomaste um comprimido para os enjoos? - perguntou-lhe ela.

- Buffy cuidado com o sal e com a pimenta! - avisou Marissa, entregando-lhe os dois recipientes

- Não... vamos comer que agora estou cheia de fome... - diz Jennifer.

- Ainda falta ir ao forno! - avisou Buffy, metendo a enome travessa denro daquele rectangulo - Vão levando o resto para a mesa se faz favor!

- Ok... Novamente não... - diz Jennifer saindo disparada para a casa de banho.

Jennifer fugiu para a casa-de-banho mas depois regressou. Comeram sossegados e Buffy foi buscar o Peruano.

- Cheira bem! - disse Sam.

- Acho que não ficou lá grande coisa! - disse Buffy com receio.

- Cala-te eu tenho fome! - disse Taylor.

- Eu também... - dizem ao mesmo tempo Luke e o pai dele, Dean.

- Se não prestar podemos sempre optar por pizzas! - riu-se ela, poisando a travessa no meio a mesa.

- Bem vamos lá provar este peru! - disse Seth - Este natal é o Hannukahchristmas.

Jennifer começa a ficar enjoada outra vez... Sai disparada da mesa para a casa de banho... novamente...

- Chega! - disse Buffy, enchendo a boca com um pouco de peru e legumes - Jennifer gaveta da mesa de cabeceira já! - gritou.

- Ahn??? - diz ela

- Sim está o que precisas! - sorriu-lhe - eu sei! - murmurou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Fev 13, 2008 5:35 am

- Ok... Obrigada... - diz ela saindo disparada para o andar de cima.

Jennifer subiu para ir vomitar, e depois passou pelo quarto de Buffy.

- Mesa de cabeceira!? - pensou, e caminhou até lá.

Abriu a gaveta, nada só palhetas e ouras coisas para guitarra. Abriu a debaixo.

- Meu deus! Tanto teste! - palida.

Pegou num. so podia ser aquilo, entrou na casa de banho e deixou-se estar la fechada.

- Positivo... Também só podia... Passo a vida enjoada...

Deixou-se olhar para o objecto e foi para o seu quarto. Procurou papel de embrulho, e fez um presente especial.

- Ele vai adorar... - diz ela a sorrir.

Pegou naquilo, meteu no bolso da camisla e desceu.

- Estava a ver que nao vinhas! - refilou Summer.

- Ainda sobrou Peru! - riu-se Lindsay.

- Aqui a Je não deixou aquele monstro e aquela miniatura comerem mais! - apotaram Marissa e Buffy.

- Quem? O Dean e o Dean Junior? - perguntou Jennifer a rir-se.

- Não! - responderam os dois fobados.

- Sim! - responderam as meninas e meninos.

- Só podia... os homens da minha vida são assim... - diz ela a rir-se.

Sentou-se e conseguiu comer, mas só um pouco.

- Tu andas estranha mãe... - diz o pequeno Luke.

- Não ando nada! - sorriu ela - quando é que abrimos as prendas?

- Porquê? - perguntam os outros todos.

- Quero abrir os presentes! - riu-se feita criancinha.

- Eu tambem! - juntou-se Buffy.

- Estás a ver? São mesmo irmãs!!!! - diz Summer.

Buffy atirou-lhe com um bocado de broculo.

- Parem... vá lá... Lá vou eu... - diz Jennifer a sair disparada para a casa de banho.

- Boa! - murmuram as outras meninas, olhando para Buffy e Summer.

- Que foi? - perguntaram as duas.

- Que foi? - perguntou novamente Summer.

- Nada! - respondeu Ryan.

- Vamos abrir os presentes? - pergunta Jennifer que tinha aparecido.

- Ainda nao e meia noite! - avisou Luke Sr.

- Tambem quero! - disse Luke Jr.

- Tens de esperar... Vamos jogar a qualquer coisa para o tempo passar... - diz Jennifer.

- Mas mãe... va lá... - diz Luke Jr.

- Mais daqui a nada! - disse ela.

- Jogamos ao quê!? - perguntou Eric.

- Verdade ou Consequência? - pergunta Taylor.

- I like this game! - disse Summer.

- Eu também! - juntou-se Buffy, com um ar malvado.

- Vamos jogar... - diz Jennifer.

- Vamos fugir rapazes... - diz logo Luke.

- Quietinhos! - ordenou Marissa - Aqui já!

- É o nosso fim! - murmurou Ryan.

- Podes crer! - juntou-se Seth.

- Mas porquê que vocês estão assim por causa de um jogo? - pergunta Sam.

- Com elas é perigoso! - murmurou Luke.

- Perigoso? - pergunta Dean

- Sim! - disse eric.

- Mas o quê que elas fazem? - pergunta Sam

- Pesadelos! - chorou Luke - Elas são más! - e enrou em panico.

- Pai... o tio Luke e medricas? - pergunta Luke Jr.

- Não! - respondeu Dean - Elas é que são más!

- A mãe não é má... a mãe é toda boa...

Todos olharam para o pequeno.

- Herança Biologica! - murmurou Buffy.

- Pois é tia... com muito orgulho...

Passado algum tempo…

- Malta é meia noite! - disse seth.

- Que estranho no meu relogio ainda sao 23.30! - disse Summer.

- Deve estar atrasado! - mentiu Seth.

Seth tinha ido adiantar os relogios.

- Vamos abrir mae! - pediu Luke Jr.

- No meu também são 23:45... - diz Jennifer.

- Queremos abrir as prendas! - reclamou Buffy, pegando no pequenote.

- Afinal está a resultar! - murmurou Ryan.

- Ok... vamos lá... - diz Jennifer.

Foram todas para a árvore de Natal, decorada pelas mãos do Seth. Basicamente a casa tinha sido decorada por ele. Juntar o Hannukah com o Christmas. Natal melhor para todas. A árvore estava recheada de embrulhos. Começaram a abrir os que continham o nome da sua pessoa.

- Dean estes dois são para ti... - diz Jennifer.

Dean pegou nos dois embrulhos um grande e um pequenino.

- Abre o grande primeiro...

- Wow. Outro casaquinho - já com os olhos em brilho - amor amo-te pah. Estava a precisar de um casaco de cabedal novo! - e beija-a.

- Pois... diz isso... agora abre o outro...

Dean desenbrulhou com cuidado aquela miniatura. Pegou nele, e virou para si o resultado.

- Ai meu deus! - gritou ele, e agarrou nela.

- Dean... põe-me no chão... tás-me a esmagar...

- Desculpa! - acalmou ele - Vou ser Pai pela segunda vez! - e pegou no Luke - Vais ter um mano pah! - e beijou-o.

- Fixeeeeee!!! Já tenho com quem brincar...

E ficou a cantar.

- Agora é a minha vez de abrir! - empurrou Buffy.

Pegou num enorme embrulho e tirou todo o papel. Era uma caixa em branco e abriu a caixa e...

- Meu Deus! - gritou ela, equipando-se - Gibson Les Paul Preta! - e olhou para Sam - amo-te porra! - e beijou-o.

- E o meu mor? - diz Jennifer amuada.

- É aquele ali! - apontou Dean.

Jennifer foi buscar o tal embrulho e abriu-o.

- Ok! DEAN WINCHESTER! Leva-me isto para o quarto! - e atirou para ele.

- O que é mãe? O que te deu o pai? - pergunta o Luke Jr.

- Não é para a tua idade! - respondeu ela.

Buffy riu-se.

- Pois! - juntamente com o resto da claque

Os outros todos abriram as suas prendas... enquanto estavam todos a falar sobre as suas prendas... Sam e Dean estavam a cochichar num canto...

- O quê que voces tanto cochicham? - quis Buffy saber, juntamente com Jennifer.

- Calma! - respondeu Sam, segredando.

- Tambem queremos saber! - pediram as meninas.

- Nós nao temos segredos! - juntaram-se os rapazes.

- Hum! - tossiu Dean - nos temos outro presente!

Buffy e Jennifer estavam a escuta.

- Outro? - respondem as duas

- Sim! - respondeu Sam - O Dean primeiro.

- Hum, bem Jennifer sabes que és a pessoa mais importante da minha vida e que amo o nosso filho e o pequeno que ai vem e... Epá não tenho jeito para isto. Jennifer Turner aceitas casar comigo? - propos ele, pondo-se de joelhos, retirando a mini caxinha do bolso.

- Claro!!!!! - diz ela atirando-se para cima dele e beijando-o ao mesmo tempo.

- Hum Sam? - olhou Buffy para ele.

- Sim Buffy! - respondeu-lhe Sam - Aceitas casar comigo? - aproximando-se dela.

- SIM!!! MIL VEZES SIM!!! - diz Buffy.

E salta para cima dele.

- Feliz Natal! - cantou ela, arrastada para o quarto.

- Dean anda comigo... Luke fica com o teu tio Luke... - diz Jennifer puxando Dean.

- Mas mãe... - diz o pequeno Luke.

- Feliz Natal! - sorriu-lhe

E piram-se para cima... Entretanto as coisas entre Sam e Buffy corriam bem... Buffy estava deitada na cama, e tinha puxado Sam atrás. Estavam a beijar-se. Pareciam uns esfomeados. Sam começa a despi-la e ela faz-lhe o mesmo...

- Aceitas realmente casar comigo? - pergunta ele.

- Obvio! - riu-se - Nunca pensei que pedisses! - beijando-lhe o peito.

- Eu e o Dean tivemos a mesma ideia... por isso decidimos pedir-vos nesta noite... - diz ele beijando-a.

- Prometes que aconteça o que acontecer, não me abandonas!? - perguntou ela do nada.

- Prometo... Mas o que se passa?

- Tenho um mau pressentimento! - desabafou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Fev 13, 2008 5:36 am

- Mas agora esquece isso... e desfruta o momento...

E o mel continuou. Entretanto no outro quarto... Dean estava estava radiante... Não parava de dar beijos à barriga de Jennifer.

- Daqui a nada ainda adormeço! - suspirou ela.

- Não... não vais adormecer... - diz ele.

Na manhã seguinte estavam todos a tomar o pequeno-almoço na maior alegria...

- Esqueci-me do Action Man lá fora! - avisou Luke Jr - Posso ir buscá-lo!?

- Claro amor... - diz Jennifer.

- Obrigado! - sorriu, levantou-se e correu para o outro lado da casa, passando pela sala.

Saltou para abrir a porta e conseguiu. Procurou e pocurou, mas não encontrou o boneco.

- Onde é que o deixei? - falou para si.

- Procuras isto? - pergntou um rapaz aparecendo ali.

Luke olhou para cima e viu o seu boneco.

- Sim! - respondeu ele.

- Aqui tens! - sorriu-lhe ele.

Olhou para os lados a ver se alguem o via. Aproximou-se do pequenote, pegou nele e correu dali para fora. Só se ouviu um grito.

- Luke... - diz logo Jennifer e sai dali a correr.

Jennifer chega ao pé da porta e vê um rapaz com a ajuda do Gordon a por à força o Luke no carro... Jennifer só reage de uma forma...

- LUKE! - começando a correr.

Para a meio do caminho a chorar e de joelhos no chão. Dean, Sam, Buffy e companhia foram a correr ter com Jennifer.

- O Luke? - perguntou Dean, baixando-se.

Buffy e Sam olharam para os dois e depois para o carro. Gordon acenou. Buffy largou o que tinha na mão e começou a correr. Carro começou andar, mas Buffy não desistiu até que o carro se afasta serenamente.

- Eu quero o meu filho de volta... - diz ela a chorar.

- Merda! - disse Buffy, quase sem ar.

- Viste quem o levou? - perguntou Dean, com uma raiva na cara - Eu vou matar quem o levou.

- O Gordon com o Volshok... Dean eu quero o Luke de volta... - diz Jennifer a chorar.

Dean abraçou-a.

- Aquele filho da mãe vai morrer vai! - gritou ele.

As meninas e os meninos estavam calados.

- E agora? - perguntou Buffy.

- Temos que o encontrar! - disse Sam.

- O Gordon nao nos pode apanhar - respondeu-lhe Buffy - O Volchok sou capaz de saber onde anda!

- Eu quero meu filho de volta... - diz Jennifer levantando-se e sai dali a correr

Dean correu atrás dela.

- O gajo daquele dia no bar que estava com ele ou então o boss! - respondeu-lhe Buffy.

Jennifer estava a correr e Dean vê-a e apanha-a...

- Larga-me Dean... Eu vou apanhar aquele... - diz ela a chorar.

- Quem o vai apanhar sou eu! - respondeu-lhe ele - Agora vamos para dentro, e tu não te podes enervar!

- Não... eu quero o Luke... eu vou atrás... - diz ela.

- Jennifer! – agarrou-a ele - Eu vou procurar para ver se sei de alguma coisa!

- Quero o Luke... - diz ela a chorar.

- Buffy leva-a para dentro! - pediu Dean.

Buffy pegou em Jennifer.

- Eu vou procurar! - avisou ele.

- Dean eu vou contigo! - juntou-se Sam.

Jennifer anda um pouco... e desmaia...

- Jenny!? - gritou Dean.

Jennifer tinha caido no chão devido ao nervosismo e ao choro de terem raptado o pequeno Luke.

- Vamos levá-la para dentro... Procurem o Luke... - diz Ryan pegando na Jennifer ao colo.

Dean e Sam sairam dali. Os restantes trataram de Jennifer. Jennifer estava a dormir no quarto quando os outros estavam na sala... Jennifer desce as escadas e sem eles perceberem sai de casa e entra no carro dela... e dirige-se para a praia…

- Bem vou ver como é que ela está! - informou Buffy, levantando-se.

- Eu também vou! - levantou-se Luke.

- Eu! - juntou-se Marissa.

Todos olharam-se e levantaram-se. Jennifer estava na praia... chorava ao mesmo tempo... queria o filho de volta... mas queria que Dean estevesse com ela naquele momento... Entretanto em casa…

- Jenny!? - chamou buffy do ouro lado da porta, batendo.

Mas não houve sinal.

- Jenny!? - chamou Marissa.

- Calma! - disse Buffy, parando e pensando.

Fez um movimento de 180º com a mão, girando a maçaneta da porta, abrindo e entrando. Olhou em volta, vazio.

- Fugiu! - informou ela, preocupada, saindo novamente.

- E agora!? - perguntou Summer.

- Telefonamos ao Dean? - pergunta Ryan.

- Não! - respondeu Buffy - É melhor não, senão ainda fica mais passado!

- Então que fazemos? - perguntou Taylor.

- Deixem pensar! - pediu ela - Caneco! - estava a sentir-se frustada.

- É melhor... - começa Seth.

- Odeio Natal! - berrou.

- O carro acabou de ser estacionado... - diz Luke.

- Hey malta... - chamou Dean do andar de baixo.

- Matem-me! - pediu Buffy, dramaticamente.

- Shiuu! - disseram todos.

Seth desceu as escadas.

- Ela está a dormir! - avisou ele - Não faças barulho nem incomodes!

- Ele é tão mentiroso! - sussurou Summer, orgulhosa.

- Eu não tinha tanto orgulho! - informou Lindsay

- Seth estás a mentir... o carro da Jenny nao está na garagem... - diz Sam saindo de lá.

- Shit! - sussurou ele.

- Mentira não é a cara dele! - informou Marissa.

- Bem eu vou fugir! - informou Buffy, entrando o quarto - digam que eu fui ver guitarras eléctricas! - e fechou a porta.

- Buffy Turner anda aqui imediatamente!!!!!! - berra Dean

- Auu! - chorou ela.

- Anda cá!!! Já!!! - berra novamente Dean.

Buffy sai do quarto e vai ter com ele.

- Sim Pai? - aparecendo.

- Onde ela está? Eu não te pedi para tomares conta dela? Ela está grávida... Ela não pode ter emoções fortes… Nunca mais confio em ti... para tomares conta do Luke ou da tua irmã… - e sai porta fora.

- Dêem-me um tiro se faz favor! - e enterrou-se no sofá a comer chocolate.

- Ele ficou passado... Oh não... - diz Sam.

Ouvem Dean a sair acelerando com o carro de casa.

- Ah o meu caixão! - deprimiu ela.

- Tu sabes como é a tua irmã... Porque que não ficaste a vigiá-la? - pergunta Sam.

Sam estava preocupado com o irmão e com a Jennifer.

- Hey! - berrou ela - com tanta gente aqui na sala, ninguém reparou naquela porta!? Ela saiu por ali… - apontando para a porta da entrada.

- Não interessa... Vocês deviam estar na conversa... Luke tens carro? Eu vou atras do meu irmão e procuro ao mesmo tempo pela Jenny.

- Toma as chaves! - disse Luke, atirando-as.

- Não devias de arriscar e ir sozinho! - avisou Buffy - O Gordon anda há solta!

- Não quero saber... Tu é que fizeste asneira... Ryan, Luke e Seth querem vir? - pergunta ele aos rapazes.

Eles automaticamente levantaram-se.

- Vamos...

Na praia... Jennifer continuava a chorar... Sam e os rapazes passam pela praia quando Ryan vê Jennifer.

- Sam pára... A Jenny está ali...

Sam trava e mira a praia.

- É ela... Vamos buscá-la.

Saem do carro... Sam caminha até ela e toca-lhe no ombro... ela volta a realidade... e quando vê Sam abraça-o... E começa a chorar ainda mais...

- Prontos! - murmurou ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Fev 13, 2008 5:37 am

- Eu quero o Dean... o Luke... - e desmaia novamente.

Sam pega nela ao colo e volta para o carro. Chegam a casa, com ela ao colo...

- Ryan telefona ao Dean... Eu vou ficar com ela até ele chegar.

- Ok - respondeu Ryan, pegando no telemovel

Telefona... Espera que Dean atenda.

- Dean atende...

- Sim Ryan?

- Encontramos a Jenny... ela só te chama... vem para casa...

- Aleluia. Ja ia ao hospital.- avisou - ate ja.

- Ate já...

Dean chega a casa e entra de rompante...

- Ela está aonde? - pergunta logo.

- No quarto! - respondeu Marissa.

- O Sam está com ela! - avisou Summer

Dean vai a correr e entra no quarto... E vê Jennifer a chamar por ele...

- Dean...

Dean chega-se perto dela e acaricia-lhe a cara. Ela continua a dormir e a chamar por ele... até que acorda e começa a sentir dores…

- Dean! - murmurou ela, com um pouco de dor - Sinto-me húmida! - assustada.

Dean olhou para Sam e Sam olhou para ele. Dean olhou para os lençois, levantou o lençol e viu uma mancha de sangue a formar-se.

- Que é isto!? - perguntou a Sam, desesperado.

Sam espreitou.

- Sangue! - respondeu-lhe - É melhor levá-la ao hospital!

- Não... auuuuuu... - diz ela agarrada a barriga.

- Vamos! - ordenou Dean, pegando-a ao colo com algum cuidado.

- Auuuuu... - diz ela novamente.

- Shiu! - murmurou Dean - Isto vai passar! - e chegaram ao carro.

- Onde vão? - perguntou Lindsay.

- Vamos levá-la para o hospital... ela está a deitar sangue... - diz Sam.

Todos levantaram-se, mas Dean lançou um olhar de morte.

- Ok - e sentaram-se de novo.

- Deixem-me ir... - diz Buffy preocupada.

- Ficas! - mandou Dean.

Jennifer continuava cheia de dores... e começa a chorar...

- Auuu... - diz Jennifer a chorar - auuuuu... Dean...

Entraram no carro, Sam foi no banco detrás com ela. condizaram com alguma prudência e chegaram ao hospital. Jennifer é colocada numa maca... e levada para dentro... Dean estava de um lado para outro nervoso...

- Se ela... eu juro que mato o Gordon com as minhas mãos...

- Dean acalma-te! - pediu Sam - Não resolve nada estares assim, só te faz mal a ti e aos restantes!

- Não quero saber...

De repente aparece o médico com uma cara...

- Familiares de Jennifer Turner? – perguntou.

- Estamos aqui. - diz Sam.

- Sim? - respondeu Dean.

- Ela está bem... o bebé também... mas ela não pode ter emoções fortes... pois o bebé está em risco... pode entrar para a ver... - diz o médico.

Dean não respondeu. Simplesmente, entrou no quarto. Jennifer estava a olhar para a janela chorar... com a mão na barriga...

- Amor! - chamou Dean.

- Dean... eu... - continua a chorar.

- Shiu! - murmurou ele - Não te exaltes! - pediu, chegando-se perto dela.

- Mas eu perdi o bebé não foi? - diz ela.

- Não! - respondeu-lhe - Mas está em risco, se continuares nesse nervosismo! - avisou.

- Como queres que esteja... levaram-nos o Luke... - diz ela.

- Eu vou encontrá-lo e dar cabo daqueles dois! - murmurou.

- Prometes?

- Prometo! - respondeu-lhe, sorrindo.

- Eu não quero perder mais ninguem... - diz ela a chorar.

- E não vais perder… pois eu não deixo… - diz ele.

- Prometes? – pergunta ela.

- Prometo… Tu és a minha vida… o Luke e esse bebé que está a caminho… Eu amo-te e se te perder não sei o que faço… - diz ele pondo a mão na barriga dela.

- Dean… eu também te amo… - diz ela pondo a mão em cima da dele.

- Jenny… mas por favor mantêm a calma… - diz ele preocupado.

- Quero ir para casa… pode ser? – diz ela.

- Sim… vais daqui a uma hora… mas é para não ficares nervosa… - diz ele.

- Eu sei… eu prometo acalmar-me… mas fica comigo… - diz ela.

- Eu fico… - diz ele.

Passado uma hora Jennifer regressa a casa acompanhada de Dean e de Sam. Estavam todos preocupados com ela.

- Eu estou bem… eu vou para o quarto descansar… - diz Jennifer.

- Eu levo-te qualquer coisa para comeres. – diz Luke.

De repente, Dean sente o seu telemóvel a vibrar, acompanhado do seu toque dos Metallica.

- Quem fala? - pergunta ele.

Ninguém respondeu. Só se ouvia o som de uma voz, mas longe, conhecida, era de uma criança...

- Eu quero os meus pais... solta-me idiota...

Jennifer percebe que é Luke...

- É a voz do Luke. - diz ela.

- Gordon! - chamou Dean - Se lhe fazes mal, és um homem morto.

- Fazes? Onde? Primeiro morre o teu filho... a tua namoradinha não morre porque vou oferecê-la ao meu servo... - diz ele.

- Filho da mãe... - soltou ele.

- Tenho um negócio a fazer! - informou gordon.

- Que negócio? - pergunta Dean.

- Quero-te a ti, a namoradinha e as duas aberraçoes psiquicas ao pé do miradouro da praia! - disse - Em meia hora, ou o vosso filho já era menos um. - rindo-se.

- Filho da mãe... - diz Dean.

- Cuidado com a lingua! - avisou Gordon - Esta arma está mesmo a espera de uma pequena pressão.

- Ok... nós estaremos lá... - diz Dean desligando.

- Quem era Dean? - pergunta Jennifer.

- O Gordon - respondeu em murmurio.

- O que ele queria? - pergunta Jennifer.

- Temos que ir ao miradouro da praia, ele tambem quer o Sam e a Buffy. - baixando a cabeca.

- E mais o quê? - pergunta Sam.

- Senao o Luke...- e da um murro na mesa.

- Morre? - pergunta Jennifer.

- Menos um. - corrigiu - Temos meia hora, vamos equipar nos e Jenny... - chamou Dean.

- Sim? Eu não vou... Já sei... - diz ela sentando-se.

Dean olhou para ela com uma cara de espanto.

- O que foi? Eu prometi ou não?

- Sim! - riu-se - Sam vai chamar a Buffy e preparem-se.

- Dean... uma coisa... ele não pediu para eu ir também? - pergunta ela.

- Sim, mas tu vais ficar aqui como prometido. - avisou Dean.

- Eu sei... mas... tem cuidado... - diz ela.

- Estás a falar com um cuidadoso! - disse ele.

- Eu sei... mas por favor tem cuidado... - diz ela com as lagrimas nos olhos.

Dean aproximou-se dela, beijando-a. Ela beija-o por sente que talvez seja a ultima vez que estao juntos. Jennifer olhou-o e ele saiu porta fora. Entretanto eles chegam ao local combinado... e veêm Luke preso pela Holly...

- Onde está a tua namoradinha Dean? Ela não veio por estar grávida? Foi? - diz Gordon a gozar.

- Sam! Buffy! - murmurou Dean - Tenham cuidado com vocês! - olhando para eles os dois.

Sam e Buffy acenaram com a cabeça.

- Sim! - respondeu Dean, indiferente - Acabou de sair do hospital!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qua Fev 13, 2008 5:38 am

- Aí é que te enganas... Volsock... - diz Gordon

O Volsok aparece trazendo Jennifer com uma arma apontada a cabeça... Dean, Sam e Buffy ficam horrorizados.

- Larguem a minha mãe! - chorava Luke.

- Então Dean, pensavas que ela ia ficar em casa na caminha? Muito enganadinho! Foi só vocês sairem de casa que os meus servos entraram na vossa casa e trouxeram-na… - diz Gordon sarcasticamente.

- Dean! - berrou Jennifer.

- Vamos fazer o seguinte. - começou novamente Gordon - A escolha é tua: Luke ou a tua namoradinha!? - com um riso maldoso.

Holly começava a acariciar a cara de Luke, e este fazia-se de enjoado.

- Oh Pega Amarela! - chamou Buffy - Tira as mãos sujas do meu sobrinho! - cruzando os braços.

- Escolhe o Luke... o Luke... escolhe o Luke... - diz Jennifer desesperada.

Dean não conseguia pronunciar nada. Era a escolha mais dificil em toda a sua vida.

- Escolhe o Luke... ouviste? Escolhe o Luke... - diz Jennifer.

- Eu... - e a voz dele falhou.

- Dean... aconteça o que acontecer eu sou tua... agora escolhe o Luke... - diz Jennifer.

Volchok puxou-a mais para ele.

- Luke! - respondeu Dean finalmente

E fecha os olhos para não lhe cairem as lágrimas. Luke e solto e corre para o pai... mas antes para ao pé da mãe e pede para a abraçar...

- Deixa-me abraçar a minha mãe...

Luke abraça Jennifer... e depois Luke corre para Dean.

- Agora a tua namoradinha Dean... vou dá-la de oferta ao meu servo... Volsok ela e tua agora... - diz Gordon.

- Sabes uma coisa Volcu! - começou Buffy novamente - Um dia - e começava a avançar aos passinhos - Vais te arrepender de ter estado a trabalhar para o Gordo. Aliás tu e os ignorantes todos. - e abanou a cabeça.

- Boo está quieta... - grita Jennifer.

- Como é que posso estar quieta, quando estou rodeada por uma cambada de idiotas chapados! - respondeu com uma cara de estúpida.

Holly olhou para Volchok, com cara de parva.

- Ai... - diz de repente Jennifer agarrando-se a barriga.

- Jenny! - berra Dean.

Todos se distraem a olhar para Dean, e Buffy prepara uma corrida.

- Ai... ai... - continua Jennifer.

Começa a correr na direcção de Jenny, conseguindo dar um murro mesmo em cheio da cara do Volschok. Este cai para trás.

- Foge! - pediu Buffy, chegando-se a Jennifer.

Ela começa a correr para o Dean...

- Gordon! - berrou Holly, com medo.

Gordon desperta da sua inconsciencia

- Pega! - soltou Buffy.

Sam corre para Jennifer para a puxar. Buffy vira-se e vai pelo caminho contrário. Consegue chegar perto de Holly.

- É a última vez, que te meteste connosco bitch! - murmurou Buffy, dando-lhe um pontapé na barriga.

Quando Sam agarra em Jennifer, ela e puxada pelo Volshok para ele...

- Solta-me... idiota... - diz Jennifer.

- Nem penses! - respondeu ele - És minha a partir de agora.

Buffy olha para trás para ver o cenário. Alguém a empurra mas para perto do corrimão, onde se via o areal da praia.

- Gordon! - chamou Volchok, olhado para Buffy.

Gordon pegou na arma que estava no chão e carregou-a. Buffy olhou para trás e viu Holly recuperada da queda e começou a correr na direcção dela.

- É a última vez que me... - e de repente, algo lhe passa no ombro.

- Boo! - berrou Jennifer.

Sam ficou petrificado. Buffy olhou para o ombro, para Holly e depois para Sam e Jennifer, deixando-se cair para o outro lado, mesmo no areal.

- Booooooo! Filho da mãe... - diz Jennifer tentando-se soltar.

Volschok agarra-a com força.

- Eu nunca serei tua... idiota loiro...

E é agarrada novamente e entra à força para dentro de uma carrinha… e deixando Dean a olhar para ela… como se ele tivesse perdido… o mundo inteiro…

------------------
Comentem!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DarkAngel
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 14/01/2008
Idade : 30
Localização : Supernatural Land? Vá...Azeitão

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Qui Fev 14, 2008 9:29 am

Como já disse noutros foruns, gosto muito, hehe...

Tadita da Boo, foi baleada Sad
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jennifer Taylor
Fã 3*
Fã 3*
avatar

Mensagens : 240
Data de inscrição : 13/01/2008
Idade : 30
Localização : A caçar

MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   Sab Set 13, 2008 5:18 am

Inda bem k gostaste!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Supernatural: When The Past Comes Back   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Supernatural: When The Past Comes Back
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
 Tópicos similares
-
» Back In Black - v1
» Can't hold it back anymore 1.0
» Animes que gostaria que criassem
» P-47D Razor Back - FAB 1/48
» [T.O. ANIMES] - Segunda temporada de Atack On Titan

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Fan fics-
Ir para: